Dois homens armados ainda não identificados, supostos membros de uma organização criminosa, invadiram uma residência na tarde desta segunda-feira (11), e feriram com um tiro o monitorado da justiça por tornozeleira eletrônica, Weberton Pereira da Costa Parada, de 21 anos. O crime aconteceu rua José Luiz, bairro Santa Inês, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, a vítima estava em casa, quando a dupla chegou em uma motocicleta, pararam e invadiram a residência efetuando vários tiros. Um dos projeteis atingiu Weberton na região das costas, que mesmo ferido e para não morrer, ainda conseguiu correr e pular um muro e fugir dos criminosos. Após a ação os faccionários fugiram do local.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, prestou os primeiros socorros e conduziu o detento ao Pronto-Socorro de Rio Branco. Segundo o médico do Samu, Antônio Castro, o estado de saúde do jovem é grave.

Policiais Militares estiveram no local do crime, e após colher as características da moto e dos autores, fizeram rondas na região do segundo distrito na tentativa de prendê-los, mas ninguém foi encontrado.

Segundo informações da avó da vítima que não quis se identificar, faz um mês que Weberton ganhou a liberdade condicional e que foi preso por porte ilegal de arma de fogo e roubo.

Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações.

A Polícia acredita que a motivação do crime é a guerra entre facções por disputa de territórios.

Comentários