Ponte José Augusto, que liga Brasiléia à Epitaciolândia – Foto: Alexandre Lima

AO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL e AO CORPO DE BOMBEIROS DO ALTOACRE – 5º BPCIF

Comandante MARCELO SARTUNINO DE SOUZA

Haja vista que como cidadãos moradores nesta municipalidade do Alto Acre, também nos cabe solicitar tais providências.
Vimos respeitosamente à presença de Vossa Senhoria, solicitar a realização de uma Visita Técnica com o intuito de verificar as condições estruturais das passarelas da Ponte José Augusto, que liga os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia, nesta Regional.

Passarela está oferecendo perigo ao traseuntes.

Tal solicitação se faz necessária já que as mesmas oferecem riscos aos pedestres e ciclistas que por ai passam diuturnamente; pois é visível o estado precário que as mesmas se encontram.

Ressaltamos ainda, que em junho de 2013 uma moça caiu, devido a precariedade da passarela que a mesma utilizava; e que levou a justiça determinar ao Estado a pagar uma indenização a vítima.

Aproveitamos também para comunicar que a referida ponte foi construída para seu assoalho ser com madeiras e que após muitos anos, em 2013 com um reforço de peças de madeiras nas laterais, foi colocado um recapeamento asfáltico em sima da madeira sem proteção, como exemplo de um lençol metálico para que a maça asfáltica não saia pelas brechas das madeiras. Acontece que após a alagação de 2015, grande parte das peças de reforços se danificaram e não estão mais no local; sendo assim, acreditamos que a estrutura da ponte esteja abalada, diminuindo assim sua vida útil.

Certo de que a solicitação será atendida, fique com nossos votos de estima,consideração e apreço.

Atenciosamente

Gilberto da Silva Nobre e Carlos Portela Eduino

Moradores Carlos Portela e Gilberto Nobre estão denunciando estado da ponte.

Comentários