Choque se deu na lateral do veículo que ia rumo a Assis Brasil.

Um homem identificado como José Airton Silva de Souza (46), conhecido como “Gute”, teve uma morte trágica na noite desta quarta-feira, dia 9, após chocar sua moto modelo Honda, placa MZR 9627, contra uma pick-up na BR 317, km 10 (Estrada do Pacífico), quando retornava para sua casa localizada na invasão do Ramal Nazaré.

Segundo foi apurado no local e com o motorista da Toyota/Hilux, placas NKQ 8500, do município de Assis Brasil, Edivan Lobato Peixoto (24), ia sentido a fronteira com o Peru, quando tudo aconteceu repentinamente. “Eu voltava para casa quando percebi que vinha um carro e de repente, percebi que uma moto vinha atrás e creio que tentou ultrapassar indo para pista contrária. Não deu tempo de nada e ainda puxei para a direita afim de evitar o choque de frente, mas, bateu no canto”, disse o motorista.

O impacto foi muito forte, ao ponto de arrancar parte da lataria, estourar o pneu e quebrar a roda da camionete. O motociclista ficou desacordado na BR até a chegada da equipe dos bombeiros que realizaram os procedimentos iniciais de socorro e encaminhar ao hospital

A equipe de socorrista do 5º Batalhão dos Bombeiros chegou a tempo de resgatar José ainda com vida. Mas, com a gravidade dos ferimentos pelo corpo, além de várias fraturas, a vítima não resistiu e morreu antes de chegar no hospital de Brasiléia.

A moto ficou bastante destruída foi levada para o pátio do Ciretran em Brasiléia.

Incialmente após o acidente, uma testemunha disse ter visto José circulando em um ramal no km 26 com uma criança na garupa, que poderia ser um filho seu. Fato esse que levou os socorristas a realizar uma busca minuciosa pelo local, na tentativa de localizar algum corpo por dentro do mato nas laterais da estrada.

Somente após quase uma hora e já no hospital, fora dito que José estava sozinho quando retornava para casa. Também foi encontrado no local, uma garrafa de água aguardente (cachaça), o que leva a crer que vinha consumindo a bebida pela estrada.

A vítima estaria trabalhando com roçado em uma propriedade no km 19 da BR 317. O corpo seria levado ao IML na Capital, para exames cadavérico e em seguida ser liberados aos parentes para velório e enterro. José deixa filhos menores de idade.

Comentários