Movimentos contra eleições da Bolívia continuam bloqueando ponte na fronteira do Acre

Desde a noite desta terça-feira, dia 5, movimento contrários ao atual governo na Bolívia, continuam fechando as pontes que ligam o Brasil à Bolívia pelas cidades de Brasiléia e Epitaciolândia, no estado do Acre.

A polícia nacional boliviana ainda tentou o desbloqueio, mas, os manifestantes não saíram e contam com apoio de senadores e deputados. Segundo informaram, apenas o estado de Pando ainda não teriam entrado nos protestos que vem acontecendo em vários estado do País.

O bloqueio das pontes na fronteira do Acre é por tempo indeterminado, ficando liberado por enquanto, apenas para pedestres. A preocupação do governo por enquanto, seria a não passagem de veículos que transportam combustível para Cobija e municípios vizinhos.

Os manifestantes pedem a renuncia do atual presidente que teria sido reeleito para o seu quarto mandato eleitoral, com várias suspeitas de fraude em todo o País e querem uma nova eleição independente.

Polícia Militar e Civil estiveram no local para acompanhar de perto a movimentação, onde constatou que não tem indícios de estarem armados ou portando algum tipo de material cortante ou fogos, que possam usar contra eles mesmos.

Veja vídeo e mais informações a qualquer momento.

Comentários