O Ministério Público do Acre (MP-AC) abriu um inquérito civil para apurar supostas irregularidades nas contas da Câmara de Vereadores do Município de Brasileia referente ao exercício de 2014.

Conforme o MP-AC, o Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE-AC) julgou os documentos entregues irregulares, o que pode caracterizar improbidade administrativa. Ao G1, a Câmara informou que vai consultar o setor jurídico e deve se posicionar posteriormente.

A portaria determinando o inquérito foi publicada no Diário Eletrônico do MP nesta quinta-feira (3). O MP-AC explica que já acompanhava a situação, mas que a notícia fato não foi apurada dentro do prazo legal, por isso é necessário aprofundar as investigações.

Dois servidores do MP-AC foram nomeados para secretariar o processo. O órgão determinou diligências investigatórias, além de formalização do procedimento e que nova a documentação necessária seja juntada ao material já existente.

Comentários