Uma jovem de 19 anos foi conduzida para a Central de Polícia na madrugada deste sábado em Porto Velho, por suspeita de negligência e maus tratos. Ela bebeu durante todo o dia de sexta-feira, dormiu e quando acordou, disse ter encontrado a filha, de apenas três meses, sem vida, em uma residência do bairro Mariana, Zona Leste da cidade.

Policiais do 5° batalhão foram acionados por uma equipe do Samu, informando a morte do bebê e havia indícios que a criança tivesse sido asfixiada.

Segundo vizinhos que acionaram o Samu, a mãe do bebê passou o dia bebendo e na madrugada eles foram chamados às pressas por ela, pedindo socorro.

Uma médica do Samu constatou a morte e narrou aos policiais que a criança estava já com algumas partes do corpo rígidas e com vazão de fluidos pelo nariz.

O perito criminal disse que de acordo com as circunstâncias, o bebê pode ter morrido por afogamento.

Aos policiais, a mulher afirmou que bebeu vodka com energético durante o dia e a noite e que é usuária de entorpecente.

A casa onde o bebê morreu é insalubre a equipe da PM constatou a existência de larvas em várias partes do imóvel.

Fonte: rondoniagora

Comentários