O quesito que mais chama a atenção na técnica é o custo menor em relação ao asfalto que é usualmente aplicado

Discutir os problemas comuns enfrentados pelas Prefeituras e trocar experiências sobre a soluções encontradas é um dos principais objetivos da Assembleia Geral Extraordinária da Associação dos Municípios do Acre (AMAC) que está acontecendo nesta segunda-feira (06), em Cruzeiro do Sul com a presença de pelo menos 15 prefeitos.

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, como presidente da Amac, é quem está conduzindo os trabalhos e uma das pautas principais é a apresentação pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul sobre a execução do Plano de Resíduos Sólidos e as novas tecnologias que vem utilizando para pavimentação das ruas da cidade, como o uso do Micro Revestimento Asfáltico com polímero já aplicados em cerca de seis quilômetros de ruas.

O prefeito de Cruzeiro do Sul,  Ilderlei Cordeiro, disse que o diferencial da técnica é o uso de areias fina, média e grossa da região misturadas a um cimento colante desenvolvido por uma empresa local. “Usamos essa emulsão com polímero e o resultado é um produto de excelente qualidade”, explicou.

Um engenheiro da Amac acompanha a agenda para, junto com os gestores, conhecer de perto a experiência e avaliar a possibilidade de levá-la para os demais municípios. “Vamos conhecer de perto essa experiência para tomada de decisão técnica. Se houver aplicabilidade em Rio Branco e demais cidades, poderemos usar na capital e recomendar para as demais prefeituras”, disse Socorro Neri.

O quesito que mais chama a atenção na técnica é o custo menor em relação ao asfalto que é usualmente aplicado. “A pedra no CBUQ é muita cara e usando areia, certamente vamos economizar”, comentou o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, presente ao encontro.

Com informações da Assessoria da Amac.

Comentários