naluhA presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheira Naluh Gouveia deixou claro aos prefeitos do Alto Acre, reunidos em Assis Brasil, que o TCE será rígido na análise da prestação de contas do final dos mandatos e que a crise econômica e política e o arrocho dos repasses não serão justificativas para acobertar infrações à Lei de Responsabilidade Fiscal.

A conselheira disse aos prefeitos que ninguém os obrigou a se candidatarem ao cargo, que sempre tiveram consciência das obrigações legais e das normas técnicas do próprio TCE e que todas essas determinações serão cobradas na análise do s relatórios municipais.

O TCE está realizando treinamentos em todas as regiões do estado para orientar prefeitos no fechamento das contas ao final do mandato. A presidente Naluh Gouveia lembrou que a eventual saída do cargo não exime os administradores das responsabilidades e que a punição pode ser pecuniária, com a devolução aos cofres públicos de eventuais desvios, além da inelegibilidade e da inscrição dos gestores na lista dos “fichas-sujas”, impossibilitados de se candidatarem às próximas eleições.

Comentários