Conecte-se conosco

Cotidiano

No AC, vereador é intimado após distribuir ivermectina sem prescrição a comunidade isolada

Publicado

em

Remédio pode comprometer fígado de pacientes e foi retirado do protocolo de tratamento

O policial penal e vereador de Sena Madureira, Denis Araújo (PSDB), foi intimado a comparecer à delegacia para prestar esclarecimentos após levar várias caixas de ivermectina sem prescrição médica a uma comunidade isolada que sofria surto de coronavírus.

O medicamento não tem eficácia comprovada contra a Covid-19, conforme alertou o fabricante, e vem sendo retirado dos protocolos de tratamento no país, inclusive no Acre. Além disso, médicos alertam que o uso da droga tem comprometido o fígado dos pacientes.

O caso aconteceu em meados de janeiro e foi denunciado com exclusividade pelo jornal  ContilNet após o próprio vereador publicar a informação em suas redes sociais. O Ministério Público do Acre (MPAC) tomou conhecimento do ocorrido e abriu investigação.

Nesta quarta-feira (3), em seu perfil no Facebook, o tucano publicou uma foto armado segurando a intimação e chamou as denúncias de “politiqueiras”.

A comunidade isolada que recebeu as caixas do medicamento fica no Ramal do Quinze, em Sena Madureira. Na ocasião, o policial alugou um carro e levou as drogas por conta própria. “Não é questão de legislar e sim de humanidade e gratidão”, escreveu, na época.

Cerca de 20 pessoas haviam testado positivo para coronavírus. Segundo o vereador, um médico ligado à rede pública prescreveu um protocolo de tratamento, mas não incluiu ivermectina entre os remédios.

“Na receita que o médico passou pra eles tinha azitromicina. Aí eu levei a ivermectina e vitaminas pelo fato de ser preventivo. E graças a Deus eles ficaram bem satisfeitos”, disse em janeiro.

Desde julho do ano passado que a ivermectina está proibida de ser comercializada sem receita médica pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Comentários

Cotidiano

Com mais de 200 alunos inscritos, 1ª Copa Xadrez por Equipes será neste sábado, em Rio Branco

Publicado

em

Competição tem oito escolas confirmadas e terá briga pelo título em categorias do ensino fundamental e médio. Torneio será na Uninorte, na capital acreana, a partir das 7h30

A 1ª Copa Xadrez por Equipes será disputada neste sábado (2), na biblioteca da Uninorte, em Rio Branco (AC), a partir das 7h30, com participação de mais 200 estudantes da rede pública e privada de ensino.

Com mais de 200 alunos inscritos, 1ª Copa Xadrez por Equipes será realizado neste sábado — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Com mais de 200 alunos inscritos, 1ª Copa Xadrez por Equipes será realizado neste sábado — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

A briga pelo título acontecerá nas categorias de ensino fundamental (4º ao 9º ano) e médio (1º ao 3º ano) nos naipes masculino e feminino. Cada equipe será formada por até cinco estudantes, com exceção dos alunos do 8º e 9º ano, e ensino médio, que vão competir com três enxadristas por equipe.

– Essa atividade escolar tem o objetivo de continuar desenvolvendo o xadrez escolar em nossa cidade, principalmente no ambiente escolar pois os benefícios para os seus praticantes são inúmeros. Também será um evento preparatório para os Jogos Escolares dessa modalidade, que será realizado em agosto e vale vaga para a etapa nacional dos Jogos Escolares Brasileiros – explica o professor Francisco Jonas, da FJ Chess School e organizador do torneio.

As inscrições encerraram nessa quarta-feira (29). De acordo com Francisco Jonas, são 20 equipes inscritas no naipe feminino e 29 no naipe masculino. Anglo Acre, ABC, Meta, Sigma, Colégio Militar Tiradentes e Escola José Ribamar Batista (Ejorb) são as escolas confirmadas na competição.

A escola campeã e os três primeiros colocados de cada categoria e naipe serão premiados com medalhas. A competição está sendo promovida Escola Anglo Acre com apoio da Uninorte, FJ Chess School e a Federação Acreana de Xadrez.

Estagiário sob supervisão de Kelton Pinho*

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Jogadores do Humaitá e Rio Branco-AC são punidos em julgamento do STJD

Publicado

em

Por

Reginaldo e Psika, ambos do Tourão de Porto Acre, recebem seis jogos de suspensão. Johnson Chukwunonso, do Estrelão, pega uma partida de gancho. Julgamento foi nessa segunda-feira

O Humaitá e Rio Branco-AC ganharam desfalques para as últimas rodadas da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D. Três jogadores dos clubes acreanos foram punidos em sessão de julgamento da 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nessa segunda-feira (27).

Zagueiro Reginaldo (E), do Humaitá, pegou gancho de quatro jogos do STJD — Foto: Arquivo pessoal/Manoel Façanha

Zagueiro Reginaldo (E), do Humaitá, pegou gancho de quatro jogos do STJD — Foto: Arquivo pessoal/Manoel Façanha

O zagueiro Reginaldo e o meia-atacante Psika, ambos do Humaitá, que foram expulsos na derrota por 1 a 0 para o São Raimundo-AM, receberam juntos de seis jogos de suspensão. O defensor pegou quatro partidas de gancho e está fora do restante da Série D nesta temporada.

O lateral-esquerdo nigeriano Johnson Chukwunonso Ifeka, do Rio Branco-AC, foi punido com um jogo de suspensão. O defensor foi julgado por causa da expulsão na vitória do Estrelão sobre o Porto Velho-RO por 1 a 0, fora de casa.

Johnson Chukwunonso Ifeka, lateral-esquerdo do Rio Branco-AC — Foto: Arquivo pessoal/Manoel Façanha

Johnson Chukwunonso Ifeka, lateral-esquerdo do Rio Branco-AC — Foto: Arquivo pessoal/Manoel Façanha

Rio Branco-AC e Humaitá se enfrentam no próximo domingo (3), às 19h (de Brasília), no estádio Florestão, na capital acreana.

O Estrelão é vice-líder do grupo 1 com 21 pontos e pode garantir classificação à segunda fase em caso de vitória. O Tourão de Porto Acre é o sétimo e penúltimo colocado com seis pontos e não tem mais chances de avançar.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Acorda, Pedrinho! Atlético-MG anuncia a contratação de meia-atacante ex-Corinthians

Publicado

em

Por

Galo brinca com música para oficializar o jogador de 24 anos, que pertence ao Shakhtar Donetsk e assina por empréstimo até junho de 2023

O Atlético-MG anunciou a contratação, por empréstimo, do atacante Pedrinho até junho de 2023. Pedrinho pertence ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, país que está com competições paralisadas em função da guerra com a Rússia. O jogador está em Belo Horizonte desde segunda-feira, já tinha passado por exames, mas foi oficializado apenas nesta quinta-feira.

Em postagem com “mistério” nas redes sociais, o Galo brincou com o sucesso da música “Acorda, Pedrinho”, do quinteto Jovem Dionisio, que tem feito sucesso nas redes sociais.

“Calma aí. Eu já ‘tô’ acordado, e vou disputar todos os campeonatos pelo Galo”, diz o atacante, no vídeo de apresentação.

Pedrinho, assim como os demais reforços anunciados pelo Atlético até agora, só pode atuar depois do dia 18 de julho. A data marca a abertura da janela de transferências, quando o atleta poderá ser inscrito no BID da CBF. Além dele, o Galo já anunciou, no meio desta temporada, a contratação do zagueiro Jemerson e o centroavante Alan Kardec.

Pedrinho é anunciado no Atlético-MG — Foto: Reprodução/Galo TV

Pedrinho é anunciado no Atlético-MG — Foto: Reprodução/Galo TV

O jogador e o Shakhtar tinham outras propostas da Europa (PSV e Lille), mas não houve acerto. O clube ucraniano não topou a negociação definitiva de acordo com os valores oferecidos pelas equipes. Com isso, Pedrinho e staff também preferiram voltar para o Brasil. O Galo arcará integralmente com os vencimentos do atleta até o fim do contrato.

Sem jogar desde dezembro de 2021, devido à paralisação do futebol na Ucrânia com a guerra do país com a Rússia, Pedrinho vinha mantendo a forma física no centro de treinamento do CSA, em Maceió. Foi de lá que o alagoano embarcou rumo a Minas Gerais, nesta segunda-feira, para ajustar detalhes finais do acerto com o Galo.

No Atlético, Pedrinho irá reencontrar amigos como Guilherme Arana, Allan e Guga (de clubes e seleção olímpica).

Pedrinho chegou ao Corinthians ainda com 15 anos de idade, em 2013, após se destacar na base do Vitória. Estreou no profissional pelo Timão em 2017, e foi, pouco a pouco, ganhando espaço. Disputou 134 jogos pelo clube paulista, marcou 11 gols, distribuiu 13 assistências e foi campeão brasileiro.

Em 2020, acabou negociado com o Benfica por cerca de 20 milhões de euros (à época, R$ 93 milhões). Em Portugal, porém, não se firmou e disputou apenas 30 partidas. Foi vendido ao Shakhtar em junho do ano passado, por 18 milhões de euros, e vinha tendo oportunidades no clube ucraniano. Fechou a temporada de 2021/22 com 19 jogos, quatro gols e duas assistências.

Galo na Veia – Programa de sócios do Atlético-MG — Foto: Divulgação

Comentários

Continue lendo

Em alta