Lista com as obras, ainda provisória, foi divulgada, ontem, em reunião da Comissão Especial das Obras Inacabadas do Senado 

No Acre, 9 obras do governo federal, que totalizam recursos de R$ 31,2 milhões, estão inacabadas segundo lista divulgada ontem pela Comissão Especial das Obras Inacabadas do Senado. Além da apresentação da lista com 1.600 projetos não concluídos em 1.500 municípios em todo o País, a comissão aprovou, ainda, o plano de trabalho.

Entre as obras inacabadas no Acre, 9 estão com menos de 50% das instalações construídas, segundo a lista. Compõem a relação 7 obras de saneamento para contenção de cheias no Estado, uma construções de creches e pré-escolar e uma de assentamentos precários.

Durante a reunião, o relator da Comissão, senador Wilder Morais (PP-GO), afirmou que a intenção é estreitar essa lista, porque, segundo o parlamentar, nela figuram obras ‘fantasmas’, ou seja, não iniciadas de fato, ainda inscritas na fase de empenho. Morais pediu ainda que os senadores verifiquem em seus respectivos Estados a situação dessas obras.

No início do mês, o senador Gladson Cameli afirmou que o governo federal está atuando para liberar recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para o Acre.

Para o vice-presidente da Associação dos Municípios do Acre, prefeito de Vagner Sales (PMDB), o impacto na economia é de curto prazo.

“O que continuaremos lutando é por mais incentivos para a produção nos municípios e criação de uma ou mais matrizes econômicas que permitam, de fato, o crescimento econômico do interior do Acre”, afirmou.

A pedido do relator da Comissão Especial das Obras Inacabadas, senador Wilder Morais (PP-GO), o senador Gladson Cameli irá verificar a situação das obras em questão no Acre, e também junto a órgãos de controle como TCU, CGU e Ministério do Planejamento.

tabela-estradas

Comentários