A 2° Vara Cível da Comarca de Cruzeiro do Sul determinou que o nome de Vagner Sales seja incluído no cadastro nacional de condenados por ato de improbidade administrativa, do Conselho Nacional de Justiça. A decisão resulta na suspensão dos direitos políticos pelo prazo de 5 anos e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos pelo prazo de cinco anos.

A condenação se refere a uma dívida de cerca de R$ 18 milhões de reais junto à Eletroacre. Vagner Sales passou cerca de 8 anos sem pagar as contas de luz da prefeitura. O atual prefeito, Ilderlei Cordeiro, parcelou a dívida e a está quitando.

A condenação já transitou em julgado em novembro de 2018.

Caso o projeto de lei que proíbe a contratação para cargos comissionados venha a ser sancionado, Vagner Sales não poderá ocupar a atual função de secretário de articulação institucional. O projeto de autoria de Roberto Duarte (MDB) foi aprovado por unanimidade na ALEAC nesta terça-feira e agora aguarda sanção do governador.

Fonte: Juruá em Tempo

Comentários