Oi divulga nomes de cidades de fronteira para vizinhos de outros países com redução de chamadas. Veja aqui.

 Redução de 91% a 97% para ligações de telefone fixo vai beneficiar 24 cidades brasileiras na comunicação com 26 cidades oito países Mudança na tarifa vai impactar cerca de 1...

 Redução de 91% a 97% para ligações de telefone fixo vai beneficiar 24 cidades brasileiras na comunicação com 26 cidades oito países

Mudança na tarifa vai impactar cerca de 1  milhão de brasileiros moradores da fronteira

telefonePara aproximar os brasileiros de 24 cidades na fronteira do Brasil da população de seus vizinhos de outros países, a Oi reduzirá, de 91% a 97%, os preços das ligações de telefones fixos. Em algumas dessas localidades, telefonar para quem está do outro lado da rua, mas em outro país, custa uma ligação internacional. Agora, as ligações de telefone fixo entre cidades como Oiapoque, no Amapá, e Saint George de L´Oyapock, na Guiana, por exemplo, vão custar o mesmo que uma chamada local.

A ligação deverá ser feita discando 00 + 14 + o código do país + o código da cidade + número do telefone. A redução das tarifas, que é uma forma de auxiliar o fomento do desenvolvimento dessas localidades, está em linha com a diretriz da companhia de oferecer soluções locais inovadoras, para atender às diferentes demandas dos clientes. Nesse caso, usuários dos serviços que se relacionam no dia-a-dia com moradores e comerciantes de cidades de outros países.

Atualmente, cidades do Rio Grande do Sul já têm esse benefício, que será estendido ao Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima, Amazonas, Acre e Amapá. O benefício é para cidades do Brasil coladas em outras nos países fronteiriços. A estimativa é que a redução beneficie cerca de 1 milhão de brasileiros em 24 cidades de nove estados brasileiros. De forma escalonada, a mudança entrará em operação em todas as cidades até o fim de 2014:

  • Oiapoque, no Amapá
  • Bonfim, em Roraima
  • Tabatinga e Benjamin Constant, no Amazonas
  • Brasiléia e Assis Brasil, no Acre
  • Guajará-Mirim, em Rondônia
  • Corumbá, Bela Vista, Porto Murtinho e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul
  • Guaíra, Foz do Iguaçu e Barracão, no Paraná
  • Dionísio Cerqueira, em Santa Catarina
  • Uruguaiana, Itaqui, São Borja, Sant´Ana do Livramento, Aceguá, Quaraí, Barra do Quaraí, Jaguarão e Chuí, no Rio Grande do Sul

As cidades estrangeiras que poderão receber chamadas de telefone fixo ao preço de local com a medida são:

  • Saint George de L´Oyapock, na Guiana Francesa
  • Letham, na Guiana
  • Letícia, na Colômbia
  • Santa Rosa e Iñaperi, no Peru
  • Cobija, Guayara e Porto Suarez, na Bolívia,
  • Bella Vista, Carmelo Peralta, Pedro Juan Caballero, Salto de Guayra e Ciudad del Este, no Paraguai,
  • Puerto Iguazu, Bernardo de Irigoyen, Paso de los Libres, Alvear, La Cruz e San Tomé, na Argentina
  • Artigas, Rivera, Acegua, Bella Unión, Barra del Chuy, Lago Merin e Rio Branco, no Uruguai

Comentários