Raylan ainda tentou fugir pela porta dos fundos, mas foi detido. O acusado tem mais de 20 processos pendentes na Justiça acerana - Foto: Alexandre Lima
Raylan ainda tentou fugir pela porta dos fundos, mas foi detido. O acusado tem mais de 20 processos pendentes na Justiça acerana – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Uma operação onde contou com homens da polícia civil de Brasiléia e homens da Força Nacional, sob o comando do delegado Cristiano Bastos, resultou na prisão de um jovem no bairro Leonardo Barbosa, considerado de alta periculosidade e com um ‘curriculo’ de dar inveja a qualquer bandido.

O mandado de prisão preventiva assinado pela juíza de direito, Drª Nanair Ferreira Bueno, contra Willian de Lima (20), que tem uma lista com cerca de 20 processos lhe envolvendo em vários crimes; dano qualificado, lesões, ameaças, furtos, roubo a mão armada, porte de droga, até homicídio ocorrido no ano de 2013.

Raylan foi detido quando estava dentro de uma casa no Bairro Leonardo Barbosa e ainda tentou fugir ao perceber um dos policiais na porta da frente e saiu correndo pela porta dos fundo, mas foi parado dentro de uma poça de lama ao ver que não tinha como escapar do cerco.

A operação batizada de ‘Mutirão Enafron’, visa ainda realizar várias diligências na região de fronteira, onde inclui, até atraso de pensão alimentícia. Nesta ocorrida durante a manhã desta segunda-feira (27), cerca de três pai que estavam em atraso, foram recolhidos para a delegacia.

Ao chegar na delegacia, Raylan ainda debochou ao ser retirado da viatura e disse que queria ‘fazer uma pose’ para o jornalista que registrava sua chegada. O mesmo será transferido para o presídio estadual na Capital, nas próximas horas onde ficará a disposição da Justiça.

Meliante será transferido para para o presídio nas próximas horas - Foto: Alexandre Lima
Meliante será transferido para para o presídio nas próximas horas – Foto: Alexandre Lima
Raylan queria sair bem na foto quando chegou na delegacia de Brasiléia - Foto: Alexandre Lima
Mesmo cheio de lama, Raylan queria sair bem na foto quando chegou na delegacia de Brasiléia – Foto: Alexandre Lima

 

Comentários