Vários cercos foram feitos em pontos diferentes na cidade de Xapuri.
Alexandre Lima

A cidade de Xapuri, considerada a ‘Princesinha do Acre’, teve sua tranquilidade quebrada durante toda a manhã desta sexta-feira, dia 7, quando uma grande operação realizada pela Secretaria de Segurança do Acre, onde teria envolvido um grande número de agentes.

Munidos de aproximadamente 20 mandados de busca e apreensão, a intenção era tirar de cena, pessoas envolvidas com o crime, principalmente com o tráfico que vinha se destacando pelos bairros da cidade.

A operação foi desencadeada após seis meses de investigação, onde foi possível identificar vários suspeitos e locais onde se vinha comercializando drogas na cidade. Em uma das abordagens em uma residência, um suspeito teria reagido e trocado tiros com os agentes.

Jovem enfrentou os policiais com uma escopeta e levou a pior.

Na troca de tiros, o suspeito identificado como Gustavo Silva de Almeida, de 19 anos, que tinha várias passagens pela justiça desde quando era menor de idade por tráfico de droga, foi alvejado e não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Foi encontrado com Gustavo, uma escopeta que vinha utilizando para amedrontar e fazer ameaças pela cidade. Segundo o coordenador das investigações na cidade, Eurico Feitosa, a operação foi coordenada pelos delegados Alex Danny e Nilton Boscaro.

Foi informado ainda que, outras operações ocorreram na Capital e municípios do interior, resultando em quase 30 prisões de pessoas envolvidas com o tráfico, homicídios, organização crime, delinquentes que vem se intitulando membros de organização criminosa.

“As forças de segurança estão dando uma resposta dura contra a criminalidade”, disse o secretário de segurança do Estado do Acre, após o final dos trabalhos na cidade de Xapuri.

Corpo do jovem foi levado ao IML na capital.

Comentários