Conecte-se conosco

Cotidiano

Pacientes com diabetes no Acre continuam sem insulina de ação rápida fornecida pelo Estado

Famílias são obrigados a pagar pela insulina ou a buscar doações. Sesacre confirma falta de insulina e diz que não tem previsão para chegada da medicação, que é enviada pelo Ministério da Saúde.

Publicado

em

Pacientes com diabetes no Acre continuam sem insulina de ação rápida fornecida pelo Estado – Foto: Arquivo pessoal

A falta de insulina no Centro de Referência de Medicamentos Especiais (Creme) da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) tem obrigado dezenas de pais de pacientes com diabetes a pagar pelo medicamento ou buscar doações.

Já são quase três meses sem a medicação e a preocupação dos pais só aumenta, porque não há sequer previsão da chegada da insulina no estado.

No último dia 24 de junho, o chefe departamento de Assistência Farmacêutica da Sesacre, Rachid Amin, tinha informado que o medicamento é fornecido pelo Ministério da Saúde e que tinha previsão de regularização até o dia 30 de junho o abastecimento. No entanto, nesta segunda-feira (12), ele confirmou que ainda não recebeu as insulinas e afirmou que não há mais uma previsão.

A universitária Débora Motta, que é mãe da pequena Mariana Motta Mastub, de 8 anos, que faz uso diário de insulina, enviou a reportagem um print de uma conversa com o Creme que mostra várias tentativas de buscar a medicação e é informada que não há previsão para regularização da situação.

Em conversa com o setor de farmácia da Sesacre, família foi informada que não tem previsão de chegada de insulinas – Foto: Arquivo pessoal

“Não chegou e está todo mundo desesperado. Não é possível isso, tinham dito que estava sendo regularizado. Ganhei uma insulina e foi o que me ajudou, porque eu não tinha mais, e tem muitos pais nessa mesma situação”, disse Débora.

A filha da universitária foi diagnosticada com diabetes tipo 1 em agosto de 2019 e, desde então, precisa fazer o uso diário da insulina após cada refeição.

Em janeiro deste ano, os familiares chegaram a relatar que a medicação estava em falta no estado e que as últimas distribuídas estavam perto de vencer.

A insulina de ação rápida é comprada e distribuída de graça pelo Ministério da Saúde para pacientes cadastrados. A medicação geralmente é usada por pacientes com diabetes tipo 1, quando o pâncreas para de produzir o hormônio.

Nesse caso, a caneta de insulina é necessária para manter os níveis de glicose estáveis depois da ingestão de alimentos. Por isso, é aplicada antes das refeições, e faz efeito em torno de meia hora.

Ao menos 70 pais de crianças com diabetes no Acre fazem parte do grupo “Família Doce” e estão na mesma situação. Fora os demais pacientes que precisam da insulina.

Uma caneta de insulina custa em média R$ 98 em farmácias de Rio Branco, sendo que a maioria dos casos usa duas por mês, além das outras medicações.

Especialista alerta

Em entrevista publicada em janeiro deste ano, quando a medicação também estava em falta no estado, a médica especialista em endocrinologia pediátrica, Catarina de Oliveira Souza, que acompanha a maioria das crianças em tratamento da diabetes em Rio Branco, alertou sobre os riscos, caso os pacientes fiquem sem a insulina.

Ela explicou que sem a insulina, que é usada para controlar os níveis de açúcar no sangue, esses pacientes podem ter complicações sérias e até ir a óbito.

“Elas não têm como ficar sem insulina, é impossível, não tem medicamento para substituir. Então, infelizmente é um prejuízo muito grande. Essa medicação controla os níveis de glicemia, então quando comem precisam tomar, quando acordam também, se não comer tem que tomar. Se eles não fazem uso da insulina, eles entram para o quadro que a gente chama de cetoacidose diabética, que é a forma mais grave da diabetes e pode, inclusive, levar a óbito. Então, é muito importante”, afirmou a médica.

Comentários

Cotidiano

Vasco e Tombense medem forças pela Série B

Publicado

em

Jogo da 24ª rodada da competição será em São Januário

Vasco e Tombense medem forças, a partir das 11h (horário de Brasília) no estádio de São Januário, pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Além de contar com um grande apoio de sua torcida, pois a expectativa é de que o estádio esteja lotado, os donos da casa contarão com a volta do camisa 10 Nenê e do volante Yuri Lara, que confia em uma vitória para o Cruzmaltino melhorar sua situação na tabela: “Realmente nós perdemos aquela gordura que tínhamos. Oscilar é normal dentro da competição, e agora é voltar a ter confiança, colocar a cabeça no lugar e ganhar gordura novamente”.

Seis pontos separam o Vasco da Tombense na tabela de classificação. A equipe carioca está em quarto lugar com 39 pontos, enquanto os mineiros somam 33 na sexta posição do campeonato após 23 rodadas.

“Bruno Pivetti [treinador] sabe montar um time. Vai ser um jogo duro, creio que eles venham fechados e precisaremos de paciência para furar esta barreira”, afirma o volante do Vasco.

No primeiro turno do Brasileirão da Série B, Vasco e Tombense empataram em um a um.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Botafogo busca recuperação no Brasileiro contra o Atlético-GO em casa

Publicado

em

O Estádio Nilton Santos vai ser palco, neste sábado (13), de Botafogo x Atlético-GO, duelo da 22ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Com 25 pontos, o Glorioso está em 12º lugar na tabela, enquanto o Dragão, com 20,  amarga a vice-lanterna da competição. A partida, com início às 21h (horário de Brasília), será transmitida ao vivo na Rádio Nacional, com narração de André Marques, comentários de Mario Silva, reportagem Maurício Costa e plantão Bruno Mendes. 

O Botafogo vem de empate em 1 a 1 contra o Ceará dentro de casa e teve a semana inteira para os treinos do técnico Luis Castro, como conta o zagueiro argentino Victor Cuesta.

“Mesmo ganhando sempre tem coisa a corrigir e o único caminho para conseguir o resultado é continuar trabalhando, nunca faltou trabalho a este grupo”.

Cada vez mais reforços chegam ao Botafogo para esta reta final de temporada. As duas últimas contratações anunciadas foram o meia Gabriel Pires e o volante Danilo Barbosa, mas os dois ainda não estreiam nesta partida.

O Atlético Goianiense também busca reforços para o elenco do técnico Jorginho, que enfrenta, dia 01/09, o São Paulo pelas semifinais da Copa Sul-Americana e, na próxima quarta (17), o Corinthians pelas quartas-de-final da Copa do Brasil, após vencer o primeiro jogo em Goiânia por 2 a 0.

O duelo contra o Botafogo tem um sabor diferente para o meia-atacante Luiz Fernando que já defendeu a equipe carioca.

“Sim, tem um gosto especial. Vários amigos já me ligaram, brincando com a lei do ex. O Botafogo é uma grande equipe e vai ser um jogo difícil o nosso treinador vai armar um time para trazer um resultado positivo”.

No primeiro turno do Brasileirão, Atlético Goianiense e Botafogo empataram em 1 a 1.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Mega-Sena deste sábado paga prêmio de R$ 27 milhões

Publicado

em

Concurso será às 20h em São Paulo

 

O Concurso 2.510 da Mega-Sena, que será sorteado hoje (13) à noite em São Paulo, pagará o prêmio de R$ 27 milhões a quem acertar as seis dezenas. O sorteio será às 20h no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê.

O último concurso, quarta-feira (10), não teve acertadores das seis dezenas, e o prêmio acumulou. A quina teve 47 ganhadores e a quadra, 2.560.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana, às quartas e aos sábados. Para adequar o número do concurso da Mega da Virada, que deve ter final 0 ou 5, foram criadas as Mega-Semanas que são exclusividade da Mega-Sena. Os sorteios ocorrem em datas predeterminadas ao longo do ano. Na ocasião são realizados três concursos semanais, às terças, quintas e sábados.

Comentários

Continue lendo

Em alta