As potencialidades acreanas foram o principal tema abordado pelo governador Gladson Cameli durante encontro com o ministro conselheiro da União Europeia, Carlos Oliveira, na manhã deste domingo, 28, no galpão institucional do governo na Expoacre 2019.

Cameli afirmou que a visita ocorre em momento bastante oportuno, justamente durante a realização da maior feira de agronegócios do estado. O gestor foi enfático ao ressaltar que o Acre é um estado cheio de oportunidades e aberto para novas parcerias comerciais.

Potencialidades do Acre foram apresentadas pelo governador Gladson Cameli ao ministro conselheiro da União Europeia Foto: Diego Gurgel/Secom

“Temos a melhor carne do Brasil e que tem um sabor admirado pelo mundo inteiro, sem contar a nossa madeira que é retirada da floresta de maneira sustentável. Além disso, queremos ampliar nossa produção em culturas como a soja, milho, café e outros produtos que são de grande interesse dos europeus”, argumentou o governador.

Para Oliveira, o Brasil tem um grande potencial a ser explorado fora do tradicional eixo Sul-Sudeste, mas que ainda não chegou ao conhecimento dos europeus. Segundo o ministro, a visita ao estado é um importante marco para o estabelecimento de futuras parcerias.

Ministro Carlos Oliveira afirmou que outras regiões do país possuem grande potencial econômico a ser explorado Foto: Diego Gurgel/Secom

“Queremos apresentar aos europeus um outro Brasil que aposta no futuro e que vai além da visão do habitual Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Queremos conhecer e aprender aquilo que se passa no Acre para poder transmitir e ser um embaixador do Acre sobre estes assuntos”, comentou.

O ministro europeu elogiou a postura adotada pelo governador Gladson Cameli no que diz respeito ao desenvolvimento social e econômico da região de maneira sustentável.

“Tivemos uma troca muito importante de informações em saber quais são as prioridades do governo do Acre e também de que maneira a União Europeia pode criar mecanismos de intervenção disponíveis podem contribuir para a concretização destes projetos”, frisou.

Comentários