Passagem pelo direito por pouco não acabou em tragédia e moto ficou destruída - Fotos: Alexandre Lima
Passagem pela direita por pouco não acabou em tragédia e moto ficou destruída – Fotos: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Era por volta das 11:20 desta sexta-feira, quando a jovem Maria Paula Santo da Silva (21), que pilotava sua moto modelo Yamaha, placa NAE 4691, sentido Epitaciolândia/Brasiléia quando chegava na ponte que liga as duas cidades.

Como acontece todos os dias, os motoqueiros utilizam o lado direito para passarem os carros que estão estacionados esperando o sinal abrir, já outros mais ousados, utilizam a faixa na contramão. Fato esse considerado infração segundo as leis de transito.

Pouco antes de se chegar na ponte, existe uma rua de acesso ao Bairro Beira Rio com entrada pela direita. Foi quando o motoristas de caminhão modelo Ford, placas GUQ 0633, o senhor Eduardo Sherloski (59), teria dado sinal para acessar a rua.

Disse que olhou antes de fazer a manobra, mas, num piscar de olhos, apareceu a moto que vinha na sua direita e nada pode fazer para evitar o impacto. Com a batida, o veículo ficou com a roda dianteira debaixo do caminhão e a jovem caiu ao lado.

Por um milagre, Maria sofreu apenas alguns pequeno hematomas e arranhões pelo corpo e foi conduzida para o hospital por terceiros, onde recebeu os primeiros socorros. Após ficar em observação por alguns instantes, a mesma foi liberada.

Seu Eduardo ficou no local do acidente até a chegada dos policiais militares e perito criminal, onde prestou informações sobre o acidente e em seguida ser liberado. Os envolvidos irão ser chamados para dar suas versão dos fatos.

Comentários