Partido se reuniu em Brasília para definir o apoio ao candidato do PSDB.
Legenda elegeu 12 deputados federais no último domingo (5).

G1

Pastor Everaldo (ao centro), durante reunião do PSC que definiu apoio a Aécio Neves (Foto: Paulo Melo/G1)
Pastor Everaldo (ao centro), durante reunião do PSC que definiu apoio a Aécio Neves (Foto: Paulo Melo/G1)

O PSC, partido que lançou o nome de Pastor Everaldo como candidato à Presidência da República, anunciou nesta quarta-feira (8) que irá apoiar o candidato Aécio Neves, do PSDB, no segundo turno das eleições. O anúncio foi feito após reunião da executiva nacional da legenda, em Brasília.

No primeiro turno, Pastor Everaldo recebeu 780.513 votos, 0,75% do total, e foi o quinto candidato mais votado. Ele foi superado por Dilma Rousseff (PT), Aécio, Marina Silva (PSB) e Luciana Genro (PSOL).

“Ouvi a bancada. A executiva nacional decidiu que Aécio é a melhor opção para o nosso Brasil, a opção de mordenidade para o país, a opção de cuidar dos pobres e mais necessitados deste país, a opção de cuidar do empreendedores deste país”, disse o Pastor Everaldo.

Nesta terça-feira (8), o PPS, partido que forma a coligação de Marina Silva, também já havia anunciado apoio a Aécio no segundo turno.

O pastor Everaldo disse ainda que encontrá Aécio ainda nesta quarta para manifestar a resolução do partido em apoiá-lo. Afirmou também que o PSD tem estrutura para ajudar o candidato a se eleger. “Nós temos base em toda as unidades da federação e vamos, toda militância, trabalhar em favor da candidatura do senador Aécio”.

Questionado se outro partido solicitou seu apoio, Everaldo afirmou que não foi procurado por “ninguém do PT”.

Everaldo informou que Aécio entrou em contato com o PSC na segunda-feira. “O senador Aécio ligou para nós na segunda-feira e perguntou se nós poderíamos apoiá-lo. E então nós falamos que iríamos convocar o partido e marcamos esta conversa”, disse.

Comentários