Conecte-se conosco

Flash

Pesquisa do Acre tem resultado positivo no uso do bicarbonato contra Covid-19

Publicado

em

Professores da Universidade Federal do Acre (Ufac) realizam projetos colaborativos para combater a pandemia do coronavírus usando solução de bicarbonato de sódio para prevenção e tratamento. O projeto de prevenção ocorre há um ano, por membros da comunidade e profissionais de saúde em contato ou não com pacientes cujo teste de Covid-19 deu positivo.

Pessoas desses três grupos são monitoradas pela equipe de pesquisa. O projeto de tratamento utiliza solução de bicarbonato de sódio em pacientes leves, que permanecem em casa, pacientes em estado moderado com internação e pacientes em estado grave que ficam internados e intubados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A aplicação da solução em casos moderados ocorre no Hospital Geral Dr. Sansão Gomes, em Tarauacá; casos graves ocorre na UTI do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), com participação da professora de Anatomia e Fisiologia da Ufac e uma das coordenadoras dos projetos, Carolina Pontes Soares.

A medicação e a conduta clínica mostraram a evolução do tratamento sem agravamento da doença. “Fizemos aplicação em dez pacientes e todos sobreviveram; eles foram desintubados e tiveram alta da UTI”, contou Carolina. “No caso de pacientes isolados, que se encontram em domicílio, temos mais de 200 pessoas. Até o momento, obtivemos bons resultados”.

Segundo a pesquisadora, verifica-se que a solução de bicarbonato de sódio ajuda a limpar o sistema respiratório, impedindo a fibrose pulmonar, que é um dos comprometimentos da covid-19. “A solução é um bronco dilatador, faz com que o paciente responda melhor à medicação e, com isso, tenha maior recuperação, evitando a intubação”.

A equipe que estuda o tema é composta por alunos de iniciação científica do curso de Medicina da Ufac, profissionais de saúde do Estado do Acre, do Instituto de Perícias Judiciais do Rio de Janeiro e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Fisioterapeuta-chefe do Huerb, Simone Fernandes relatou que, apesar do estranhamento inicial dos profissionais de saúde sobre o tratamento, o ganho no quadro clínico é visível. “Percebemos que, em pacientes submetidos ao bicarbonato de sódio e à laserterapia, melhora sensivelmente a saturação e a resposta ao tratamento medicamentoso. A repercussão é positiva e essa técnica simples é uma maneira de complementar o tratamento; vale a pena continuarmos estudando e coletando dados”.

Os projetos também são coordenados pela fisioterapeuta Angélica Bento de Almeida, do Instituto de Perícias Judiciais do Rio de Janeiro, e contam na equipe com as professoras da área de saúde da Ufac, Joicely Melo da Costa, Cirley Lobato, Andréia Brilhante e Patrícia Rezende.

A satisfação com o tratamento é manifestada por familiares de pacientes. A estudante de Administração Reurismar da Silva Santos, 35, é irmã de Joelimar da Silva Santos, 37, que recebeu alta. “Há nove dias minha irmã foi intubada e tratada pelo projeto no Huerb”, lembrou. “Graças a Deus tudo deu certo; ela foi assistida por uma equipe maravilhosa, de excelentes profissionais, e agora está recuperada e curada da covid”.

O fisioterapeuta Amilton Batista Brito Júnior, 37, está com o pai, Amilton Batista Brito, 57, em recuperação no Hospital Geral Dr. Sansão Gomes. “Quando conseguimos vaga para meu pai, autorizei logo o tratamento”, disse. “Os parâmetros estão diminuindo e a família está muito confiante na evolução dele. Só posso agradecer a todos pela dedicação”.

No Huerb, a Ufac montou, no âmbito do projeto, uma sala de acolhimento para familiares de pacientes internados na UTI com covid-19. A sala também será usada para informação de boletim médico.

Fonte: Ascom/Ufac

 

Comentários

Flash

Cabeleireiro de Epitaciolândia diagnosticado com tumor no cérebro não resiste

Publicado

em

A Câmara Municipal de Epitaciolândia, em nome de todos os vereadores, publicou uma nota comunicando o falecimento do cabeleireiro Josafá de Lima da Paixão, de 51 anos, que tinha seu próprio negócio no centro da cidade.

Como foi comunicado no inicio do mês, Josafá foi ao trabalho e fez o que sabia fazer de melhor e retornou para sua casa e foi dormir. Ao se acordar no dia seguinte, percebeu que sua visão estava muito embaçada e não sentia parte do seu corpo.

Após procurar um neurologista, foi diagnosticado uma neoplasia cerebral (tumor), já em estágio avançado, que não pode ser operado, além do paciente correr risco de morte ou ficar em estado vegetativo (vivendo pelos aparelhos sem consciência).

Desde então, familiares e amigos solicitavam ajuda para manter os custos de Josafá referente ao seu tratamento. Infelizmente, não resistiu e faleceu nesta quinta-Feira, 27.

Matéria relacionada:

Cabelereiro acorda com parte do corpo paralisado e descobre tumor no cérebro. Família pede ajuda

A equipe do jornal OAltoAcre aproveita esta matéria para prestar sinceras condolências aos familiares por tão prematura e grande perda.

Comentários

Continue lendo

Flash

MPAC e Segurança Pública deflagram Operação Tempestade

Publicado

em

Agência de Notícias do MPAC

Gaeco e Segurança Pública cumprem mais de 120 mandados no Acre — Foto: Asscom/MP-ACNa manhã desta sexta-feira, 28, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em parceria com a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública, deflagrou a Operação Tempestade, visando dar cumprimento a 126 mandados expedidos pela Vara de Delitos de Organização de Criminosa.

Essa é uma das maiores operações do Gaeco nos últimos anos, e a sua origem se deu a partir da análise de documentos apreendidos em operação anterior, quando foram identificadas lideranças da organização criminosa “Comando Vermelho” com alto grau hierárquico, responsáveis pelos núcleos de cadastramento, contabilidade, e pagamento de “biqueiras” (pontos de venda de drogas).

Estão sendo cumpridos 81 mandados de prisões preventivas e 45 mandados de busca e apreensão em Rio Branco, bem como nos municípios de Sena Madureira, Porto Acre, Brasiléia, e Cruzeiro do Sul. Também há mandados a serem cumpridos nos presídios Francisco de Oliveira Conde, na capital, Moacir Prado, em Tarauacá, e no Complexo Anísio Jobim, em Manaus (AM).

Ao todo, mais de 150 policiais militares foram empregados na realização da Operação Tempestade, incluindo o apoio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, com emprego do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), além de promotores de Justiça do Gaeco e servidores do MPAC.

Mais de 150 policiais estão empenhados na operação nesta sexta-feira (28) — Foto: Asscom/MP-AC

Operação Tempestade

O nome da Operação foi escolhido devido à magnitude da área de cumprimento dos mandados, incluindo diversos municípios do Acre, com extensão de Rio Branco a Cruzeiro do Sul, além do que, o período da deflagração corresponde àquele propenso para maior possibilidade de chuvas fortes no estado.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Prefeitura de Brasiéia Inicia Operação Inverno nos bairros

Publicado

em

A Prefeita Fernanda Hassem, acompanhada do Secretário municipal de Finanças Tadeu Hassem participou na manhã desta Quinta-feira, 27, do início da operação inverno nos bairros.

De acordo com a Prefeita, o trabalho irá beneficiar todos os bairros, com capina, recolhimento de entulhos, limpeza das ruas, recolhimento de lixo e piçarramento.

Hoje o serviço está sendo realizado no bairro Nazaré, com toda equipe da Secretaria Municipal de Obras no local.

O Gerente de Obras,Jorge Inácio fala a respeito do trabalho. “Hoje iniciamos a operação inverno pelo bairro Alberto Castro e se estenderá por todos os bairros de Brasiléia, durante 20 dias”, disse.

A Prefeita Fernanda Hassem visitou algumas ruas e se reuniu com a equipe da Secretaria de Obras. “A nossa equipe estará com frente de trabalho nos bairros para garantir limpeza, retirada de lixo e entulho e trabalho paliativo nas ruas. Durante o verão faremos uma grande força tarefa para melhorar as condições de trafegabilidade na cidade e na área rural”, afirmou a Prefeita.

Comentários

Continue lendo

Em alta