Plenário do SenadoA violência está chegando aos municípios do interior e na zona rural, locais que eram considerados tranquilos se comparados às estatísticas atuais

Brasília – O senador Sérgio Petecão (PSD) usou a tribuna do Senado, nesta terça-feira (4), para relatar a crescente onda de violência que assola o Acre. Petecão lamentou a insegurança que “tem reinado” no estado.

“A população está com medo. As pessoas estão se sentindo totalmente insegura. Estamos vendo coisas no meu estado que nunca aconteceram. Só assistíamos algumas cenas tão violentas em filmes, na televisão e em noticiários nacionais”, afirmou.

Petecão chamou ainda atenção para a entrada de droga que ocorre pela fronteira. “Precisamos endurecer o jogo com as autoridades bolivianas. Temos uma fronteira muito extensa que serve de entrada de droga no país. O tráfico dessa droga aumenta os índices de violência. É muito melhor combater a droga na fronteira do que nos morros e nas favelas.”

O parlamentar disse que irá requerer ajuda das autoridades federais. “Vamos encaminhar um expediente ao Ministério da Justiça para que alguma coisa possa ser feita. Infelizmente, o estado está perdendo a guerra para os bandidos. Os índices são assustadores e a nossa população tem que conviver com um clima de verdadeiro terror.”

O senador ressaltou que a atual realidade do estado não é a versão contata pelas autoridades do governo, “como se estivéssemos vivendo em paz”. A realidade do Acre é de terror na população.

Comentários