Petecão lamenta declarações de Sebastião Viana contra a Polícia Federal

Da redação, com Luciano Tavares O rompimento das relações institucionais entre o governo do Acre e a Polícia Federal anunciado nesta segunda-feira, em evento do Exército Brasileiro, na Biblioteca Pública, pelo governador Sebastião Viana, continua repercutindo mal. Em sua página no Facebook, o coordenador da...

0

Da redação, com Luciano Tavares

O rompimento das relações institucionais entre o governo do Acre e a Polícia Federal anunciado nesta segunda-feira, em evento do Exército Brasileiro, na Biblioteca Pública, pelo governador Sebastião Viana, continua repercutindo mal.

Em sua página no Facebook, o coordenador da bancada federal do Acre em Brasilília, senador Sergio Petecão, criticou as declaracões de Sebastião Viana e ao mesmo tempo lembrou que a Polícia Federal deve ser respeitada por seus “relevantes” serviços.

“Essa posição do governador Sebastião Viana em romper com a Policia Federal é uma posição pessoal dele e de uma meia dúzia que lhe cerca. Quero aqui, como representante do povo acreano, agradecer a PF, uma das instituições mais respeitadas do nosso Brasil pelos relevantes serviços prestados e, principalmente, ao nosso Estado ao ter ajudado a estancar a sangria de recursos públicos e a cuidar do patrimônio dos Acreanos”, disse Petecão.

As declarações de Sebastião Viana foram feitas na abertura do curso para oficiais da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, onde estavam presentes, além de secretários de Estado, deputados estaduais e os generais Ubiratan Poty, comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, com sede em Manaus, e Walter Stoffel, comandante da Escola de Comando e Estado Maior do Exército.

No momento, Sebastião Viana falava sobre o trabalho de segurança e o combate ao tráfico na fronteira, quando disparou ao citar a Polícia Federal: “Aqui nós temos uma briga institucional com a Polícia Federal. Fomos vítimas de um golpe recente. Não temos relação institucional com a Polícia Federal, estamos rompidos em razão da ética e da verdade.”

Fonte: ac24horas

Comentários

Assuntos desta notícia