As tradicionais bandeiras vermelhas com a estrela branca ao centro do Partido dos Trabalhadores, que estavam esquecidas em algum almoxarifado no Acre, voltaram à tona para embalar a disputa após oito anos com os candidatos petistas fugindo destes simbolismos. Nas três últimas disputas eleitorais, a militância petista teve que balançar até a bandeira azul dos rivais para amenizar os danos causados pela longevidade do poder e as denúncias de corrupção envolvendo a alta cúpula partidária.

Em caminhada realizada na manhã deste sábado (25) nos bairros Quinze e Cidade Nova, no Segundo Distrito da capital, as bandeiras vermelhas prevaleceram, misturando-se com algumas poucas amarelas. O fato surpreende já que a cor oficial adotada para a campanha do candidato a governador Marcus Alexandre Viana (PT) foi o verde.

Em 2016, quando disputava a reeleição para a Prefeitura de Rio Branco, Marcus Viana foi “alaranjado” por sua equipe de marketing. Quatro anos antes, a cor foi o amarelo. Naquele 2012 o PT dava início à sua reconstrução da imagem, apresentando o então desconhecido Marcus Alexandre Viana como o “novo”.

Isso tudo após o partido, por muito pouco, não perder a eleição de 2010 para governador com Sebastião Viana. Há oitos anos os símbolos petistas vêm sendo escondidos nas campanhas majoritárias do Acre ante a alta rejeição do eleitorado aos seus membros.

Com o avançar da operação Lava Jato – que ia colocando na cadeia as principais peças da direção nacional e a revelação do recebimento de propinas por parlamentares petistas – o desgaste se agravou, com situação ainda mais delicada.

Neste bolo até os irmãos Viana tiveram seus nomes citados por delatores da Lava Jato como beneficiários do esquema de corrupção nos contratos entre empreiteiras e os governos Lula e Dilma. A prisão do ex-presidente também foi uma ducha de água fria, reforçando a estratégia de esconder o PT.

Após inúmeras críticas da militância petista mais fiel, os marqueteiros, em 2018, tiveram que retomar o vermelho. Até a campeã do Big Brother Brasil Gleici Damasceno entrou na discussão. A caminhada no Segundo Distrito parece ser o sinal de que, de fato, o PT vai participar da campanha eleitoral.

Comentários