Droga apreendida em poder das duas mulheres seria vendida na capital do Acre.
Droga apreendida em poder das duas mulheres seria vendida na capital do Acre.

Alexandre Lima

Agentes da Polícia Federal lotados na delegacia da cidade de Epitaciolândia, na fronteira do Acre, juntamente com homens da Força Nacional, obtiveram êxito em deter que cocaína chegasse ao seu destino, que seria a capital do Acre, Rio Branco, na noite desta quarta-feira, quando realizaram uma blitz de rotina na BR 317.

Segundo foi apurado, os agentes pararam um taxi lotação e realizaram a vistoria de rotina junto aos passageiros, até chegar à duas mulheres que supostamente seriam mãe e filha, mas ainda está sendo investigado para verificar a filiação entre as mesmas.

Entrando em contradição nas perguntas e demonstrando excessivo nervosismo, as duas tiveram suas bagagens vistoriadas, onde foi possível ver o real motivo. Foram encontrados dois ‘tijolos’ contendo cloridrato de cocaína adquiridos na cidade de Cobija, capital de Pando (Bolívia).

F.S.V. de 33 anos e a jovem L.L.S. de 18, receberam voz de prisão e foram conduzidas para uma das celas na sede da Polícia Federal em Epitaciolândia. Foi apurado que as duas estavam morando na cidade boliviana e pretendiam vender a droga na capital acreana. Ambas já foram transferidas para o presídio estadual.

Veja vídeo-reportagem.

Comentários