PMs do 10º Batalhão prende no Peru, ladrão que furtou 11 mil em Plácido de Castro

Sebastião Dieque foi detido já no lado peruano graças ao apoio da polícia daquele País em parceria com a PM do Acre – Foto: Alexandre Lima Alexandre Lima Um trabalho...

Sebastião Dieque foi detido já no lado peruano graças ao apoio da polícia daquele País em parceria com a PM do Acre - Foto: Alexandre Lima
Sebastião Dieque foi detido já no lado peruano graças ao apoio da polícia daquele País em parceria com a PM do Acre – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Um trabalho constante do serviço de inteligência da Polícia Militar do 10º Comando localizado na cidade de Brasiléia, resultou na captura de um ladrão que praticou furto na cidade de Plácido de Castro, na tarde desta quinta-feira, dia 17.

Segundo foi apurado, o desocupado Sebastião Dieque Dias Almeida (24), esteve na cidade de Plácido de Castro, dizendo que procurava emprego. Este localizou um pequeno fazendeiro, Manoel Messias C. Lima (53), de onde soube que precisava de homens para trabalhar em sua propriedade.

Com um boa conversa, se dizendo trabalhador e que seria um bom funcionário, convenceu Seu Messias que lhe deu uma chance e iria leva-lo para sua propriedade. Dentro de seu veículo, o meliante ouviu uma conversa sobre dinheiro que estaria levando.

Numa parada antes de seguir viajem, o fazendeiro saiu do veículo com o acusado, este disse que havia esquecido o seu celular. Foi quando se aproveitou da oportunidade para procurar, encontrar o pacote, pegou o dinheiro e fugiu tomando rumo ignorado.

Quando seu Messias percebeu o sumiço de Dieque (é nome verdadeiro), sentiu que algo estava errado e foi procurar o pacote onde continha R$ 11 mil reais dentro do carro. Nem o dinheiro e o rapaz se encontravam no local restando apenas ir à delegacia para registrar queixa.

Foi quando soube que o meliante havia contratado um taxi por R$ 400 reais com destino à Brasiléia. Seu Messias e seu filho se deslocaram até a fronteira do Alto Acre e comunicaram ao Comando da PM e pediu ajuda para prender o ladrão e tentar recuperar o dinheiro.

Neste meio tempo, o meliante já havia dado cerca de R$ 2000 mil para sua companheira e se deslocado para Assis Brasil. Lá efetuou compras de móveis numa loja, roupas, gastado parte do dinheiro e fugiu para o lado peruano.

Com a parceria entre as polícias, obtiveram ajuda para capturar Sebastião na cidade de Iñapari (Peru), vizinha com Assis Brasil, e já estava pronto para viajar à outras cidades. O meliante foi repatriado, conduzido até o 10 Batalhão da PM em Brasiléia e depois, entregue ao delegado titular de Epitaciolândia.

Foram recuperados em poder de Sebastião e sua companheira, cerca de R$ 4.850 reais. As compras feitas na loja seriam canceladas, dinheiro devolvido ao proprietário e o meliante encaminhado ao presídio estadual na Capital.

Comentários