Vítima foi morta por asfixiamento e colocada na cama, quanto teve seu aposento revirado e objetos levados pelos suspeitos.

Estão detidos na delegacia de Epitaciolândia, cidade localizada cerca de 240km da capital do Acre, na fronteira com a Bolívia, cerca de cinco pessoas que podem estar envolvidos num crime de latrocínio (roubo seguido de morte), de um ancião de 67 anos durante a madrugada desta terça-feira, dia 10.

O crime aconteceu nas proximidades da delegacia da Polícia Federal, e à primeira vista, teriam tentado passar às autoridades, que poderia ter acontecido um possível suicídio, mas, essa hipótese logo de início foi descartada pelos investigadores, tão logo entraram no local onde estava a vítima.

Todos os suspeitos foram conduzidos para a delegacia e estão à disposição do judiciário local.

A vítima foi identificada como José Gomes da Silva, de 67 anos de idade. O ancião foi estrangulado após seus algozes terem entrado na casa para roubar objetos pessoais e dinheiro. Ao todo, cinco pessoas foram detidas, sendo que dois são menores, uma adolescente de 14 e um jovem de 15. Os maiores de idade que foram detidos são; Osmarildo Silva Vieira (23), Marivan da Silva Mendes (19) e Sandra Maria de Moraes (22).

O caso está sendo conduzido pelo delegado titular do Município de Epitaciolândia, Luís Tonini. O mesmo falou que os suspeitos teriam usado das mulheres para ludibriar o ancião. Segundo foi apurado até o momento, a vítima teria recebido sua aposentadoria e parte do 13º e foi visto com dinheiro.

Documentos pessoais da vítima foram localizados jogados pela rua próxima ao local do crime.

Foi quando teriam armado para enganar o homem durante a madrugada. José teria sido surpreendido e morto asfixiado e depois de colocar seu corpo na cama, os suspeitos reviraram o quarto, levando celular, relógio, dinheiro e outros pertences da vítima.

Após encontrarem o corpo, foi quando os investigadores descobriram que ancião teria sido vítima de um latrocínio. Após o início dos trabalhos dos investigadores, foi possível obter informações que levaram ao primeiro suspeito, que após ser detido, os demais envolvidos foram identificados e detidos.

Veja entrevista de Almir Andrade com o delegado Luís Tonini:

Celular e relógio foram encontrado na posse de Marivan.
Celular e relógio foram encontrado na posse de Marivan.

Comentários