Armas, dinheiro e munição foram apreendidos, além dos suspeitos, e levados à delegacia e estão sendo investigado.
Armas, dinheiro e munição foram apreendidos, além dos suspeitos, e levados à delegacia e estão sendo investigado.

Alexandre Lima

Um trabalho conjunto entre policiais civis do município de Brasiléia e Epitaciolândia, com  apoio de homens do Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva – GIRO, resultou na apreensão de armas, munição e uma grande quantia de dinheiro, após cercarem uma colônia localizada no ramal do km 19, da BR 317 (Estrada do Pacifico).

O trabalho seria parte das incursões realizadas desde quando aconteceu o assalto à agencia dos Correios na cidade de Assis Brasil, na última sexta-feira, dia 2. Os suspeitos teriam levado uma grande quantia em dinheiro, cerca de R$ 100 mil reais, mas esse valor não foi confirmado oficialmente.

Uma localidade foi cercada, devido o morador ser conhecido por envolvimento em roubos e tráfico de drogas. Todos os policiais foram surpreendidos pelo homem que fez fortes ameaças de morte caso entrassem na casa, além de estar fortemente armados e seriam sete pessoas dentro da casa.

Depois de muito conversar, todos saíram da casa e foi realizado uma revista dentro. Foram localizados duas armas de fogo sem documentação (uma espingarda e um rifle), 71 munições e uma grande quantia de dinheiro.

Além das armas, foi foram encontrados cerca de R$ 16 mil reais e comprovado a sua procedência legal. Todos foram levados para averiguação na delegacia de Brasiléia além do encontrado dentro da casa.

Os nomes por enquanto estão sendo guardados, pois, serão investigados para ver tem ligação, ou não, com o assalto na cidade de Assis Brasil. As armas foram apreendidas e o dinheiro ficará cautelado até que seja descoberto sua precedência legal, uma vez que o suspeito tem forte ligação com o tráfico de drogas.

Mais informações a qualquer momento.

 

Comentários