Sandro de Brito/Assessoria Sepc

Policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam no conjunto Montanhês, na manhã desta segunda-feira, 27, Luciano Alves dá Silva, 21, o Gato, acusado de homicídio, crime ocorrido em 07 de fevereiro de 2016 no bairro onde reside e que vitimou Izaudir Dias da Silva.

Luciano já possui passagem pela polícia por roubo, tráfico, porte ilegal de arma de fogo. Foi ele quem, segundo a polícia, matou Izaudir com 11 disparos de arma de fogo.

Durante a ação policial, agentes apreenderam em posse do acusado uma pistola calibre 9mm e um rifle 44′, além de farta munição. A investigação apontou ainda que o acusado agia sozinho no cometimento de assaltos na região onde foi preso.

“Estamos intensificando nossas ações de investigação, seguindo o planejamento da Segurança Pública, o que tem surtido efeito no que diz respeito ao número de crimes elucidados”, disse o delegado Remulo Diniz, titular da DHPP.

Conforme Diniz, as ações são realizadas de forma integrada na troca de informação entre as delegacias o que facilita sobremaneira o estudo de causa trazendo resultados positivos no combate à criminalidade.

O acusado está preso por prática de homicídio e será flagranteado, porte ilegal de arma de fogo. Depois dos procedimentos de praxe ele será encaminhado ao presídio Dr. Francisco d’Oliveira Conde.

 

Comentários