Acusados foram detidos e conduzidos para a delegacia – Foto: cedida.

O trabalho dos policiais militares do 10º Batalhão da Polícia Militar do Alto Acre terminou por volta das 22h30 desta quarta-feira, dia 15, após entregarem o relatório na delegacia do município de Epitaciolândia, depois de deter acusados de invadirem propriedade particular para matar uma vaca, fazer um churrasco e vender partes no lado boliviano e brasileiro.

O caso aconteceu no domingo passado, quando Auricélio Dias de Araújo (24) e seu amigo Alex Pereira Flores (20), resolveram que deveriam invadir uma propriedade vizinha, localizada no ramal do km 7 da BR 317, matar uma vaca e vender partes da carne no lado boliviano e na cidade de Epitaciolândia, além de ficar com um montante para fazer um churrasco.

Policiais acompanharam a dupla que disseram onde estava a cabeça enterrada.

Munidos de dois rifles, um calibre 22 e outro 38, mataram o animal no pasto e fizeram o corte. Na tentativa de não deixar rastro, ainda levaram a cabeça para casa e enterraram no quintal. O caso foi descoberto e ainda foi localizado cerca de 30 quilos de carne na casa de outra pessoa que está sendo procurado para dar esclarecimentos.

Os dois foram detidos levados para a delegacia de Epitaciolândia juntamente com as armas, onde deverão dar explicações ao delegado. O caso seria passado para a justiça da comarca onde será dado as devidas providencias de praxe.

Os dois rifles, um calibre 22 e outro 38, foram apreendidos, juntamente com a munição e entregues na delegacia.

 

Comentários