Deusdir Brilhante é suspeito de furto e receptação. Já John de Souza é investigado por de tráfico e por integrar facção criminosa. Dupla foi apresentada nesta segunda (3) na Delegacia de Senador Guiomard.

Deusdir Brilhante, de camisa azul, foi suspeita de furto e receptação. John de Souza foi preso por suspeita de tráfico, porte ilegal de arma de fogo e integrar facção criminosa — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Por Caio Fulgêncio e Quésia Melo, G1 AC

Duas pessoas foram presas durante o final de semana no município de Senador Guiomard, no interior do Acre. Os casos foram divulgados nesta segunda-feira (3) na delegacia da cidade.

O delegado Marcos Cabral, responsável pelas investigações, explicou que um dos presos é Deusdir da Silva Brilhante, conhecido como Didi. O homem era investigado há mais de dois meses, principalmente pelos crimes de furto qualificado e receptação de gado no município.

No momento da prisão, Brilhante estava em um veículo com 200 sacas de sal mineral para nutrição animal que foram furtadas em Boca do Acre. O homem já foi encaminhado para o presídio, segundo informou o delegado.

“A investigação constatou que ele participou do furto de um trator na zona rural de Senador Guiomard e o veículo foi recuperado na cidade de Boca do Acre no dia 12 de outubro. Ficou comprovado que esse sal era produto de furto”, destaca.

A segunda prisão foi a de John Lennon de Souza, que é investigado pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e ainda por participação em organizações criminosas. Souza foi preso em flagrante e deve passar por audiência de custódia.

Na última sexta-feira (30), a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa de Souza, mas na ocasião nada foi encontrado. Mesmo assim, ficou comprovado que ele já era investigado anteriormente por esses crimes o que acabou com a prisão em flagrante dele pela Polícia Militar (PM-AC).

“Ele já é um velho conhecido da polícia e foi preso com 16 trouxinhas de cocaína e ainda uma pistola de calibre 380 municiada com 11 cartuchos intactos”, diz.

Comentários