Policial atacado em delegacia de Xapuri dormia com a amante, afirma esposa

Jairo Barbosa – do ac24horas A esposa do policial Marcelo Silva, ferido á facadas na madrugada da última quarta feira nas dependências da delegacia de Xapuri, afirmou em depoimento ao delegado...

Jairo Barbosa – do ac24horas

A esposa do policial Marcelo Silva, ferido á facadas na madrugada da última quarta feira nas dependências da delegacia de Xapuri, afirmou em depoimento ao delegado Antônio Carlos , que atacou o marido tomada por ciúmes, depois de saber que ele dormia com a amante no alojamento da delegacia.

Indiciado por lesão corporal grave, a mulher, que nao teve o nome divulgado pela polícia chegou a ficar presa, mas foi solta por ser ré primário e vai aguardar em liberdade o pronunciamento da justiça.

Por telefone o delegado concedeu uma longa entrevista á reportagem do AC24horas e relatou com detalhes a cena que encontrou quando foi á delegacia naquela madrugada.

”Na madrugada de quarta feira, recebi uma ligação do plantonista Ary que o APC Marcelo  estava em luta corporal com a esposa na garagem. Eu fui lá quando cheguei no local a PM ja estava lá e esposa dele na recepção. Me relataram que ela havia esfaqueado o Marcelo. Vi ele ferido  e o levei para o PS. Ele ficou no hospital e depois foi liberado porque o ferimento não era grave. Retornei a delegacia, interroguei mulher.

Ela contou que recebeu uma ligação anonima dizendo que  o marido dela estava com uma mulher na delegacia. Ela se arrumou e foi para a  delegacia. Contou que pulou o muro da delegacia. o Ary  apareceu para atender, foi quando ela entrou na delegacia e foi até o alojamento, mas o apc nao estava lá. Quando se encontraram iniciaram a luta corporal. Pelo que a gente constatou, não foi encontrado nenhum indicio da existência de uma terceira pessoa na delegacia.

la disse que  apos uma separação de 4 mesesnp ano passado, ele teve outro relacionamento e não teria terminado esse romance depois que eles reataram. Eu estou conduzindo o inquérito que foi tipificado como lesao corporal grave, e estamos aguardando o pronunciamento da justiça”, disse o delgado.

O APC Marcelo Silva continua exercendo normalmente suas funções.

Comentários