gladosn

O senador Gladson Cameli (PP-AC) foi um dos três indicados pelo bloco PP-PSD para compor, como titular, a comissão do Senado que vai analisar o processo de impeachment da presidente Dilma e que pode determinar seu afastamento do cargo até o julgamento final. Os demais indicados do bloco são a senadora Ana Amélia, do PP do Rio Grande do Sul e José Medeiros, do PSD do Mato Grosso.

Os demais blocos têm até sexta-feira para fazer a indicação e na terça-feira deve ser eleita a direção da comissão, que terá dez sessões para analisar a votação da Câmara. Ontem, o senador Benedito Lyra, do PMDB da Paraíba foi escolhido presidente e o senador Antônio Anastasia, do PSDB de Minas Gerais, o relator da comissão. O senador Gladson Cameli chegou a ser cogitado para o cargo de relator, por indicação do PP e do PMDB, mas o PSDB reivindicou o cargo. O senador Anastasia é considerado moderado e conciliador. O presidente da comissão, Benedito Lyra chegou a ser sondado para assumir a liderança do governo Dilma no Senado depois da prisão do então líder Delcídio Amaral.

É esperado que o relatório da comissão seja votado por volta do dia 11 de maio, podendo já nesta data ser decretado o afastamento da presidente Dilma.

Comentários