Marcinho Miranda (PSDB), decidiu em reduzir em 15% do seu próprio salário. Além do prefeito a redução atingirá o vice-prefeito, secretários e diretores municipais - Foto: Arquivo/oaltoacre
Marcinho Miranda (PSDB), decidiu em reduzir em 15% do seu próprio salário. Além do prefeito a redução atingirá o vice-prefeito, secretários e diretores municipais – Foto: Arquivo/oaltoacre

(Assessoria)

Para enfrentar a crise gerada pelo Rio Madeira nos municípios acreanos, o prefeito de Xapuri Marcinho Miranda (PSDB), decidiu em reduzir em 15% do seu próprio salário. Além do prefeito a redução atingirá o vice-prefeito, secretários e diretores municipais.

Após a crise que os municípios do Acre vêm enfrentando devida a enchente do Rio Madeira em Porto Velho, que refletiu na queda das arrecadações do (ICMS) o prefeito decidiu em reduzir os salários dos secretários, diretores, prefeito e vice-prefeito.

Outra medida tomada pelo prefeito foi o corte de funcionários em cargos comissionados, corte das gratificações e hora extra.

A expectativa do secretário de finança municipal Jonas Augusto é que com a medida o município venha economiza cerca de 150 mil reais por mês, Jonas ainda destacou que a medida era necessária para que o município pudesse arcar com as responsabilidades administrativas.

“Tínhamos que tomar uma decisão, pois seria difícil manter a folho de pagamento com a redução do ICMS, infelizmente temos que caminhar por este caminho que é realizar o corte de pessoas e reduzir o salário dos secretários, diretores, vice-prefeito e ate mesmo do próprio prefeito.” Ressaltou Jonas.

Marcinho Miranda lamenta a decisão, mas afirma que este seria o melhor caminho para o município.

“Infelizmente temos que fazer isso, não fico triste com a redução do salário, mas sim com os cortes que teremos que fazer, pois muitos pais e mães de famílias ficaram sem emprego, isto chega a doer em meu coração, porem temos que ter responsabilidade e não comprometer o município.” Lamentou Marcinho.

Comentários