Conecte-se conosco

Extra

Prefeitura constrói casa para família em situação de vulnerabilidade social

Publicado

em

A prefeitura de Epitaciolândia construiu uma casa em madeira para uma mãe de sete filhos que estavam em situação de vulnerabilidade social.

A casa fica situada no Bairro Beira Rio e vão abrigar a Senhora Angélica Nascimento da Silva Santa e seus sete filhos que antes viviam praticamente ao relento devido às más condições da casa anterior.

Sensibilizados com a situação o prefeito Sérgio Lopes juntamente com Primeira Dama Alliny Saldanha e a Secretaria de Cidadania e Assistência Social Eliade Maria buscaram meios para atender essas pessoas.

Segundo informou a Secretária, parte da madeira veio através da doação do IMAC e o restante do material e mão de obra foi pago pela prefeitura.

O prefeito Sérgio Lopes foi ver de perto como ficou a casa da Sra. Angélica. “Ao longo desse primeiro ano de mandato, realizamos muitos trabalhos em prol de nossas famílias em situação de vulnerabilidade através da Semcias, e hoje estamos aqui para entregar essa casa construída em madeira, que vai sem sombras de dúvidas dar maior conforto e segurança para ele e seus filhos, um ato bem simples, mas para quem não tinha onde abrigar seus filhos será de grande valia, e isso nos dá forças para trabalhar ainda mais pela nossa gente.” Destacou o Prefeito.

 

Comentários

Extra

Governador Gladson Cameli assina decreto de criação do Programa CNH Social

Publicado

em

O programa vai oferecer à população de baixa renda a oportunidade de obter, adicionar ou mudar categoria da habilitação gratuitamente

O governo do Acre, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC), lançou oficialmente nesta segunda-feira, 24, no Palácio Rio Branco, o Programa CNH Social. Serão oferecidas 2001 vagas para a população de baixa renda  obter a primeira habilitação, mudar ou adicionar categoria gratuitamente.

Serão aplicados cerca de R$ 3 milhões em recursos próprios do Detran no Programa CNH Social, fazendo com que a receita do órgão retorne à população do estado por meio de inclusão e cidadania.

“Hoje é um dia muito feliz para nós, porque estamos não somente lançando um  programa para beneficiar pessoas de baixa renda, mas também garantindo geração de emprego para aquelas que necessitam da primeira habilitação ou adicionar a categoria”, ressaltou a presidente do Detran/AC, Taynara Martins.

O programa vai beneficiar mais de 2 mil famílias (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Segundo Taynara, o edital de abertura para as inscrições será publicado até o dia 15 de fevereiro. Interessados em se inscrever devem ficar atentos à próxima fase do programa, com a abertura do edital para as inscrições no certame. “Todo o processo será amplamente divulgado na mídia”, informou.

O governador Gladson Cameli falou sobre a importância do programa. ” Nós queremos ajudar a quem mais precisa. Esperamos que os beneficiados com a carteira de motorista tenham condições de arrumar um emprego e poder levar renda para as suas famílias”, declarou.

O Programa CNH Social é cumprimento de promessa do Governador Gladson Cameli Foto: Diego Gurgel/Secom

A lei de criação do programa é de autoria do deputado estadual Luiz Tchê (PDT), que esteve presente no evento, e ressaltou que o projeto  foi aprovado por unanimidade pelos deputados, em dezembro de 2021.

Inscrições

A próxima fase do programa será a publicação do edital no Diário Oficial do Estado (DOE).  Para se inscrever, os interessados devem cumprir os critérios estabelecidos pelo programa e ter Cadastro Único (CadÚnico) nos programas sociais e estar ativo há, pelo menos, seis meses; ter idade igual ou superior a 18 anos; e saber ler e escrever.

Os contemplados receberão isenção de taxas como inclusão no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach), Licença de Aprendizagem de Direção Veicular (LADV), agendamento de prova teórica e de exame prático, exame médico e psicológico. A pessoa com deficiência (PCD) classificada dentro do número de vagas também será isenta de pagar pelo exame toxicológico e junta médica, exigidos para a categoria profissional.

Serão oferecidos, ainda, o curso teórico de legislação de trânsito,  aulas práticas de direção, e até três retestes gratuitos, por meio de parcerias com os Centros de Formação de Condutores (CFCs).

Modalidades

Cada pessoa poderá se candidatar em apenas uma das modalidades do programa, divididas em estudantil, urbana e rural. Poderão se inscrever à CNH Social Estudantil pessoas de 18 a 25 anos que tenham cursado todo o ensino médio em escola da rede pública estadual do Acre, com CadÚnico ativo.

As modalidades urbana e rural são destinadas, respectivamente, a moradores da área urbana e rural com inscrição ativa no CadÚnico. Os candidatos não podem ter praticado, nos últimos 12 meses que antecedem à inscrição, infração de trânsito de natureza gravíssima, grave ou ser reincidente em média.

Cinco por cento das vagas serão destinadas a pessoas com deficiência, com exceção das pessoas que irão fazer a mudança para a categoria D. Nesse caso, não haverá reserva de vagas para PCDs.

OUÇA ÁUDIO:

Comentários

Continue lendo

Extra

Confusão termina com um furado a golpes de ‘gargalo’ em bar de Xapuri

Publicado

em

Com apoio de Raimari Cardoso

A Polícia Civil do município de Xapuri, comandada pelo delegado Gustavo Neves, já conseguiu identificar os principais envolvidos na confusão que acabou em uma briga generalizada, sendo que um foi ferido a golpes de gargalo de garrafa, mas, que se encontra fora de perigo de morte.

Danilo Leandro Menezes, conhecido na cidade pela alcunha de ‘Pavio’ foi ferido. Deu entrada no hospital Epaminondas Jácome com uma perfuração na região do abdômen, mas seu estado de saúde era bom, de acordo com informações fornecidas pela família.

Polícia Civil de Xapuri está no caso e os envolvidos foram ouvidos.

Dois envolvidos na briga, identificados como João Paulo da Silva Tavares e Arleudo, que segundo as informações apuradas, são genro e sogro, que foram conduzidos por uma guarnição da Polícia Militar à delegacia de Xapuri como suspeitos da autoria da agressão contra a vítima.

Por orientação do delegado Gustavo Neves, titular da cidade, uma equipe coordenada pelo investigador Eurico Feitosa, fizeram diligências no local do ocorrido com o fim de obter material probatório e levantar testemunhas dos fatos. De acordo com o inspetor policial civil, havia muitas garrafas quebradas no ambiente.

O que se sabe até o momento

Pelo que foi apurado preliminarmente, Danilo Leandro e João Paulo deram origem à briga no interior do bar. Arleudo, o sogro de João Paulo, não estava no local nesse momento, mas foi avisado por alguém da confusão e de que sua filha, que estava na companhia do namorado, teria sido agredida por Danilo Leandro.

Ao chegar no local da confusão, enquanto os dois envolvidos na briga se engalfinhavam e os seguranças do estabelecimento tentavam separá-los, Arleudo teria desferido o golpe com o gargalo na vítima. Interrogado na delegacia, ele confessou ter sido o responsável pelo golpe em Danilo Leandro.

Alguns vídeos que circulam na internet mostram a confusão no interior do bar, mas não é possível observar o momento em que Danilo Leandro é ferido. Até o fechamento desta publicação os dois suspeitos permaneciam na delegacia enquanto o delegado prosseguia trabalhando no caso.

Comentários

Continue lendo

Extra

Polícia Militar de Xapuri prende três por comércio ilegal de drogas em Xapuri 

Publicado

em

Uma ronda policial feita por policiais do município de Xapuri, localizado a 188km da capital Rio Branco, realizaram a prisão em três pessoas acusadas de estarem comercializando drogas no Bairro Mutirão, na tarde deste sábado, dia 22. 

A prisão aconteceu quando uma guarnição que realiza ronda pelo bairro, percebeu uma movimentação estranha em uma casa e, um dos suspeitos que estava em uma bicicleta que transportava uma criança de apenas 4 anos, escondia algo dentro da bermuda. 

Logo em seguida, outro homem chegou no mesmo local com a mesma suspeita, fazendo com que os policiais desta vez, o abordasse. Foi quando encontraram uma certa quantidade de cloridrato de cocaína, que somou cerca de 212 gramas do entorpecente, além de dois tabletes contendo maconha, que somaram 103 gramas. Logo em seguida, foram atrás do primeiro suspeito e com este, foi encontrado uma quantia de 17 gramas de maconha. 

Diante dos fatos, os policiais resolveram abordar a casa onde havia a suspeita de estar sendo utilizada para o comercio ilegal de drogas. Dentro, detiveram o morador pela acusação de comercio ilegal de drogas e associação ao tráfico. 

O homem foi algemado pelo fato de resistir a prisão e fazer ameaças contra os policiais, sendo apresentado na delegacia do Município, onde seria ouvido. As drogas – cocaína, maconha, dinheiro e uma mini balança de precisão, também foram entregues ao delegado plantonista para que fosse realizado os procedimentos em relação ao caso. 

O trio será encaminhado ao judiciário local para os procedimentos inerentes ao caso. 

Comentários

Continue lendo

Em alta