DSC_7065

WILIANDRO DERZE, Prefeitura de Brasiléia

A Prefeitura de Brasiléia por meio da Defesa Civil do município garantiu o apoio às primeiras famílias atingidas pelas águas do Rio Acre. O trabalho de auxiliar na remoção das famílias para os locais organizados pelo município foi feito nas primeiras horas da noite dessa quinta-feira, 6, no bairro Samauma I, na rua Moaci Marinho de Castro.

Logo que foi detectada a iminência da família da dona de casa Maria da Silva Correia, os trabalhadores da Secretaria de Obras foram acionados para ajudar no transporte da família. A região baixa do bairro Samauma I é uma das primeiras a serem atingidas e prevendo a elevação das águas do Rio. A equipe de Defesa Civil deixou todos os apoios em alerta para ajudar as famílias necessitadas.

Para o secretário de Obras, Cleudo Gadelha o momento é de tentar usar a estrutura do município para auxiliar as famílias atingidas pelas águas do Rio Acre.

“Estamos à disposição da Defesa Civil e quando formos acionados estaremos de prontidão. Mas precisamos deixar claro que nossa estrutura não é suficiente para atender várias famílias ao mesmo tempo. Por isso, estamos em parceria com o Corpo de Bombeiro, Exército e Policia Militar entre outras instituições”, disse Cleudo.

DSC_7071

A secretaria Municipal de Ação Social e Cidadania, Marissanta Rodrigues disse que uma equipe de assistentes sociais foram designados para acompanhar as famílias atingidas pela cheia do Rio Acre.

“Ao chegar ao local destinado para acolher as pessoas, estamos por meio dos assistentes sociais fazendo o cadastro e analisando a situação das famílias. O importante é garantir as condições mínimas para as famílias que forem atingidas. Todo o trabalho da Ação Social do município, em parceria com a secretaria municipal de Saúde e demais parceiros estarão sendo colocada a disposição da nossa população”, destacou Marissanta.

O coordenador de Defesa Civil de Brasiléia, Reginaldo Guerra vem trabalhando a logística e fazendo o monitoramento juntamente com os comandantes do Corpo de Bombeiros, Policia Militar e Exército Brasileiro.

“A preocupação é garantir de forma rápida e eficiente o apoio as famílias que mais precisam de apoio do Poder Público em situação de enchente”, informou Guerra.

Segundo dona Maria é uma surpresa a prefeitura se organizar rápido e providenciar a retirada das famílias antes que as pessoas acabarem perdendo tudo.

As primeiras famílias atingidas foram colocadas na escola Menino Jesus. Todo o trabalho de recebimento e organização estão sendo disponibilizados pelo município em parceiros com demais órgãos que compõem a Defesa Civil do município.

Comentários