Prefeitura de Brasileia realiza a abertura de VI Feira do Peixe

SECOM – Raylanderson Frota

A Prefeitura de Brasileia, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), e Coopegrãos realizaram na quarta-feira (17), na feira municipal Maria Florêncio a abertura da VI Feira do Peixe e Agricultura familiar de Brasileia.

O evento tem como objetivo estimular a venda dos pescados para toda a população e fomentar a economia do município, garantindo a renda dos criadores e produtores rurais. A feira terá duração de três dias, além da venda de peixes foram organizadas as tendas com a venda de verduras, legumes, artesanato e uma praça de alimentação com venda de comidas regionais dando mais opções aos clientes.

Segundo o agricultor e criador Francisco Souza, a sua expectativa é que venda dois mil quilos de peixe durante os três dias de feira. “A minha expectativa é que eu venda na base de 2 mil quilos de peixe durante os três dias de feira. E fico muito feliz pelo incentivo que a Prefeitura, juntamente com o Sebrae e a Cooperativa  tem dado para nós criadores de peixes, com uma ótima infraestrutura, facilitando a logística de escoamento da nossa produção até o local das vendas”, informou Francisco.

Em 2017 foram comercializadas 20 toneladas de peixes, em 2018 22 toneladas e a expectativa para 2019 é que sejam vendidos 30 toneladas de pescados em Brasileia durante a feira do peixe.

O Secretário de Agricultura, José Gabriele, destacou o intenso trabalho que a atual gestão do município vem realizando, incentivando os produtores a criar peixes, construindo novos tanques e garantindo o escoamento de toda produção. “A nossa expectativa, é que através dessa feira possamos fomentar a economia local, criando oportunidade para que os expositores vendam seus produtos, e continuar os intensos trabalhos que já estamos realizando na zona rural”, destacou Zé Gabriele.

A Prefeita Fernanda Hassem falou a respeito do evento. “A feira é um evento que melhorar muito a economia de Brasiléia, ajudar na renda dos produtores rurais que estão comercializando um pescado de qualidade, com diversas variedades, e preço bem acessível à população que tem a oportunidade de comprar seus peixes aqui na cidade. Poder ver os nossos criadores e agricultores com seus produtos aqui na Feira Maria Florêncio é motivo de orgulho, pois sabemos das dificuldades que eles tinha para poder escoar seus produtos e falta de acompanhamento por parte das gestões” finalizou Fernanda Hassem

Comentários