IMG_20150511_142635Pedro Paulo

Policiais civis prenderam no último final de semana Luís Henrique da Silva Leal (foto), 23, acusado de liderar uma quadrilha especializada em clonagem de cartões de crédito. Ele foi preso quando se divertia em uma boate, no centro da capital.

Pelo que foi possível apurar Luis Henrique costumava esbanjar dinheiro, em shows fora do Estado e em casas noturnas de Rio Branco e Bolívia. Ele tinha sido preso no inicio de fevereiro do ano passado com a posse de vários cartões clonados, que usava para ostentar sua vida de bacana.

Luis Henrique, segundo o delegado Roberth Alencar, lidera uma quadrilha especializada nessa prática de crime, com treinamento no Rio de Janeiro/RJ. “Esse rapaz saiu do presídio no dia 8 de abril, deste ano, agora esta preso por ordem do juiz Franklin dos Santos, da Comarca de Porto Velho/RO, onde também era procurado”, disse.

Consta na investigação que um dos métodos do bando liderado por Luis Henrique é a compravam passagens aéreas pela internet, compras no interior do Acre, na Bolívia e em vários lugares.

Um africano identificado por Samuel David, natural de Serra Leoa, preso durante a operação “Chupa-cabra”, da Polícia Civil, segundo o apurado, tinha a missão furtar “trilhas” dados sigilosos de acreanos para a confecção de cartões magnéticos, que era processada pelo restante da quadrilha e usados em compras.

Comentários