Conecte-se conosco

Flash

Professora acreana morre de Covid cinco dias depois de perder o irmão para a doença: ‘devastados’

Família fez campanha na internet para levar a professora para São Paulo, mas ela não resistiu. O irmão dela morreu na semana passada.

Publicado

em

Professora Eliete Maia morreu nesta terça-feira (13) – Foto: Arquivo pessoal

A professora Eliete Maia, de 42 anos, morreu na manhã desta terça-feira (13) após uma longa luta contra a Covid-19. Ela morreu cinco dias depois do irmão, o tenente da reserva remunerada Sebastião Maia de Andrade. A família diz as perdas não têm sido fáceis.

Ainda em junho, a família fez campanha para arrecadar dinheiro e transferir ela para São Paulo por UTI aérea. A sobrinha dela, Patrícia de Andrade Bomfim diz que os primeiros sintomas apareceram no dia 21 de maio, mas ela só conseguiu fazer o teste na farmácia no dia 26. No dia 30 de maio, foi internada com 90% do pulmão comprometido.

“Começou com uma tosse, dor na garganta, na cabeça e no corpo, tentou fazer o teste e não conseguiu, só depois de 7 dias. Testou positivo, começou a fazer acompanhamento, fez tomografia que mostrou comprometimento no pulmão. O médico passou a medicação, mas a falta de ar não melhorou. Procurou o Into e já ficou internada, saturando muito baixo 85, 87”, contou Patrícia na época.

A professora que tem uma filha de 6 anos não resistiu. “Estamos devastados. Meu tio morreu no dia 8/7 e hoje [13] ela”, lamenta Patrícia.

Além das perdas, ela diz que a família também está com uma dívida de R$ 200 mil no hospital.

PM e Educação lamentam

Em nota assinada pelo coronel Paulo Cesar Gomes da Silva, comandante-geral, a Polícia Militar lamentou a morte da professora, que é irmã de uma policial, a major Eliana.

“Na última sexta-feira (9), a major Eliana também perdeu o irmão, o tenente da Reserva Remunerada Sebastião Maia de Andrade, tenente S. Andrade, como era conhecido na caserna. À família enlutada prestamos as mais sinceras condolências pela perda de seu ente querido e rogamos a Deus que possa confortar-lhes neste momento de imensa tristeza e dor.”

A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (SEE) também lamentou a morte de Eliete, que era coordenadora de ensino na Escola Estadual Elozira dos Santos Thomé e foi também gestora da Escola João Mariano.

“À família enlutada, colegas e ex colegas de trabalho e amigos, as mais sinceras condolências pela perda inestimável. Pedimos a Deus que conceda o devido conforto neste momento de comoção e dor”, diz a nota assinada pela secretária, Socorro Neri.

Comentários

Flash

Um brasileiro e três bolivianos são detidos por organização criminosa em Cobija/Bolívia

Publicado

em

 

A polícia boliviana prendeu na tarde deste sábado, 06, três bolivianos e um brasileiro por organização criminosa e suspeição pela morte de três pessoas com disparo de arma de fogo.

De acordo com informações fornecida pelo ministro do governo Eduardo del Castillo, a organização têm provocado medo a população da capital Pandinha e com uma incansável investigação foi possível desvendar os autores do caso.

O ministro destacou em sua fala que duas das vítimas foi morto com pelo menos seis tiros de arma de fogo e o terceiro também por disparo de arma, porém, em quantidade menor segundo o relatório oficial.

Os apreendidos são os bolivianos

Angel Isaac A.

Anderson Junior L. M. A

Denis M.T

E o brasileiro é um menor de idade identificado como:

Bruno C. A.

A operação foi denominada como “Operação Fênix” e todos os envolvidos foram colocados sob o ministério público do país de forma a ser julgado de acordo com as provas apresentadas

Comentários

Continue lendo

Flash

Boletim da Sesacre registra apenas 1 novo caso de coronavírus neste domingo, dia 7

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), informa que foi registrado 1 novo caso de coronavírus neste domingo, 7, de agosto. O número de infectados notificados é de 145.488 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 351.311 notificações de contaminação pela doença, sendo que 205.794 casos foram descartados e 29 exames de RT-PCR aguardam análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 128.473 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 24 continuavam internados até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS) e estão sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Nenhum óbito foi notificado neste domingo, 7, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça em 2.021 em todo o estado.

Sobre a ocupação de leitos no estado, acesse:
http://covid19.ac.gov.br/monitoramento/leitos

Comentários

Continue lendo

Flash

Na BR-317, veículo roubado em Rio Branco é recuperado pelo Gefron-AC, poucas horas após o crime 

Publicado

em

No início da madrugada deste domingo, 7, durante abordagem, na BR-317, no município de Xapuri, uma guarnição do Grupo Especial de Fronteira (Gefron-AC), em cumprimento à Operação Hórus, do Programa Guardiões das Fronteiras, logrou êxito em recuperar mais um veículo roubado na cidade de Rio Branco. O condutor da caminhonete S 10, ano 2022, foi preso e conduzido à delegacia daquele município.

De acordo com a equipe do Gefron, ao ser abordado, o motorista afirmou não portar habilitação nem a documentação do veículo, confessando ser a caminhonete produto de roubo, praticado há algumas horas, em uma empresa, no bairro Distrito Industrial, na capital acreana.

Ainda à guarnição, o acusado revelou que o destino do veículo seria a cidade de Epitaciolândia (Alto Acre), onde seria entregue a uma pessoa, a qual não conhecia, para, em seguida, ser levado à Bolívia.

Após o flagrante, o Gefron apurou que o vigia da empresa, durante o fato criminoso, foi levado ao bairro Praia do Amapá, em Rio Branco, onde permaneceria, em cárcere, até que a caminhonete atravessasse a fronteira.

Comentários

Continue lendo

Em alta