Conecte-se conosco

Cotidiano

Profissionais de saúde do Acre prestam apoio à Bahia

Publicado

em

Dois profissionais da Saúde do Acre prestam apoio durante o momento delicado em que passa a população de 166 municípios da Bahia, que corresponde 39,8% do estado. As localidades foram atingidas por fortes chuvas, ocasionando enchentes e deixando milhares desabrigados e desalojados, além de 26 vítimas fatais.

Em momentos de aflição e calamidade pública, o jargão “a união faz a força” torna-se prática, garantindo que o mínimo de vidas sejam perdidas, além de assegurar a saúde dos atingidos. Por isso, o Ministério da Saúde enviou profissionais em uma força tarefa para auxiliar o estado.

Integrante da Força Nacional do SUS, o médico acreano Pedro Pascoal viajou no dia 29 de dezembro para prestar assistência em Ilhéus. Foto: Cedida

Integrante da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), o médico acreano Pedro Pascoal viajou no dia 29 de dezembro para prestar assistência em Ilhéus. O profissional é especialista em urgência e emergência e transporte aeromédico e é coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

“Estamos exercendo ações de orientações, buscativas de pacientes, principalmente aqueles que têm alguma restrição de locomoção, idosos acamados, pacientes que possuem dificuldades em procurar atendimento fora da regional”, relatou Pedro Pascoal, que estava em missão no município de Dário Meira.

Pascoal também conta que, caso seja necessário, a equipe possui suporte para realizar transporte aeromédico: “É uma região bem afetada pelas enchentes, muitas pessoas em abrigos. Minha equipe está focando nessas buscativas e, caso precise, temos como dar suporte aeromédico”.

Integrantes da Força Nacional do SUS em missão na Bahia. Foto: Cedida

Além disso, a equipe da Força Nacional identificou um único posto ativo, cujo local foi utilizado para montar uma estrutura de pronto atendimento para a assistência à saúde da população atingida. Também, de acordo com Pascoal, foi realizado o diagnóstico situacional da rede assistencial de todo o estado, principalmente dos municípios atingidos.

“Nós trabalhamos com médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e, dependendo da necessidade e característica do desastre e da assistência local, nós recrutamos esses voluntários”, explicou o coordenador da Força Nacional do SUS, coronel Moura Filho.

Todos os cenários calamitosos, cenários de guerra, contam com uma sala de estratégias. Na ponta, no embate direto, está Pedro Pascoal, e na Sala de Situação, em Brasília, está a especialista em Vigilância em Saúde pelo Instituto Sírio-Libanês e especialista em Vigilância em Saúde Ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Débora dos Santos.

Débora dos Santos é especialista em Vigilância em Saúde pelo Instituto Sírio-Libanês e especialista em Vigilância em Saúde Ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foto: Cedida

Débora dos Santos irá atuar diretamente na atualização do Plano de Ação de 15 dias e na construção do Plano de Recuperação Pós enchente, explica o chefe do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) da Sesacre, Gabriel Mesquita.

“Considero muito importante a ida da profissional, é uma forma de reconhecimento de que a nossa Vigilância em Saúde tem profissionais qualificados para ações desenvolvidas em nível ministerial”, destacou Gabriel Mesquita.

A experiência prática garante mais aptidão aos profissionais que retornam para o Acre, com uma bagagem a mais de conhecimento e com capacidade para atuar em situações de desastres dentro do próprio estado.

“O fato da nossa servidora compor a equipe multiprofissional do Ministério da Saúde é um ganho tanto para as ações desenvolvidas nos municípios afetados, quanto para a gente, pois ela trará na bagagem uma experiência que podemos utilizar aqui em caso de desastres da mesma natureza”, finalizou o chefe do DVS da Sesacre, Gabriel Mesquita.

Comentários

Cotidiano

Polícia Militar apreende mais de cinco quilos de drogas em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Assessoria de Comunicação da PMAC

Durante a “Operação Hórus”, do Governo Federal, a Polícia Militar do Acre (PMAC) apreendeu nesta quarta-feira, 19, mais de cinco quilos de drogas, em Cruzeiro do Sul. Uma pessoa foi presa.

As guarnições realizaram a abordagem a um ônibus, que faz o trajeto de Cruzeiro do Sul a Rio Branco, e encontraram em uma mochila cinco barras de maconha, do tipo conhecido como “super maconha”. A bolsa estava com um dos passageiros. Durante as buscas com apoio de um cão policial, não foi encontrado mais substâncias.

A pesagem do ilícito foi de 5,435 Kg. A ação policial contou com guarnições do 6° Batalhão de Polícia Militar, por meio do Grupo de Operações com Cães (GOC) e Pelotão Ambiental, além do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA).

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Força Nacional continua no Acre até 2023 no apoio às operações do Ibama

Publicado

em

O governo federal resolveu prorrogar por mais um ano a presença da Força Nacional em territórios da Amazônia Legal.

O objetivo é combater o desmatamento e incêndios ilegais, no apoio às operações dos órgãos de fiscalização e controle como o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama).

A portaria é assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres. O prazo de atuação é até 13 de janeiro de 2023.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Palmeiras é eleito o melhor do mundo, título inédito para o país

Publicado

em

Em 16 edições, é a primeira vez que Verdão vence disputa da IFFHS

O Mundial de Clubes da FIFA só começa no dia 3 de fevereiro, mas o Palmeiras já pode dizer que é o melhor time do planeta. Isto porque a Federação Internacional de Histórias e Estatísticas do Futebol (IFFHS, sigla em inglês) elegeu o Alviverde como o vencedor do seu ranking de 2021. Em 16 edições, esta foi a primeira vez que um clube brasileiro conquistou o prêmio.

Em 2020, o Palmeiras tinha ficado na segunda colocação, atrás do Bayern de Munique. O maior vencedor é o Barcelona (cinco vezes), seguido de Real Madrid (quatro) e Liverpool (três). Manchester United, Sevilla, Milan, Inter de Milão e Juventus levaram duas vezes. Roma, Ajax, PSG, Valencia, Atlético de Madrid e Atlético Club Nacional foram eleitos em uma oportunidade.

 

De acordo com a entindade, o ranking pretende estabelecer qual a equipe mais forte do mundo entre todas as competições, nacionais e internacionais. O resultado é definido pela soma de todos os pontos em cada competição, de janeiro a dezembro. O Palmeiras venceu duas Libertadores em 2021, a da edição de 2020, contra o Santos, no Maracanã, e a edição 2021, contra o Flamengo, em Montevidéu. Além disso, também levantou a Copa do Brasil de 2020, com final disputada contra o Grêmio em março de 2021.

Além do Palmeiras, outros brasileiros aparecem entre os primeiros da lista. O Atlético-MG, campeão brasileiro e da Copa do Brasil, foi o segundo colocado. O poderoso Manchester City, de Pep Guardiola, ficou em terceiro. Chelsea e Flamengo empataram na quarta posição. Destaque também para o Athletico-PR, que conquistou a Copa Sul-Americana e terminou na décima colocação. Confira o ranking completo da IFFHS.

 

Com informações de Agencia Brasil

Comentários

Continue lendo

Em alta