Juiz Giordane Dourado
Juiz Giordane Dourado

Da redação, com ContilNet

No Acre, as discussões no que diz respeito às eleições já estão a todo vapor. Quem acompanha as redes sociais, já percebe uma movimentação maior por parte dos políticos e já pôde perceber alguns deles se tonando manchetes em sites de notícia do estado.

Quem também comentou sobre a “guerra virtual” foi o juiz Giordane Dourado. Em publicação no seu perfil em uma rede social, o juiz afirma que a guerra eleitoral nas redes sociais “pegou fôlego”.

“E pegou fôlego a guerra eleitoral nas redes sociais! Impropérios e acusações de todo lado!”, exclama o juiz.

Porém, segundo ele, o problema é que o “discurso do ódio (hate speech para os americanos) cansa e não é nada produtivo, servindo, apenas, para mostrar o caráter das pessoas”.

“Por exemplo, quem paga alguém para atacar a honra alheia é canalha e tem a inteligência de um jegue anencéfalo, pois é incapaz de se sustentar na disputa, com bons argumentos”, dispara o juiz.

E dispara: “quem recebe para atacar é mercenário medíocre e sem competência para sobreviver com dignidade”.

Giordane finaliza, dizendo que a inteligência anda em boa companhia com a justiça, “ambas sabendo muito bem reconhecer os defeitos e as virtudes”.

Comentários