A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu manter o reajuste na conta de luz dos acreanos, mas baixou um pouco o percentual de reajuste nas diferentes tarifas. Na tarifa residencial, maioria da faixa de consumo, a redução é de 2,47%.

Na tarifa extraordinária, o aumento que seria de 21,29% passa a ser de 18,13%. Ao final, levando em conta as classes de consumo, a Aneel diz que a diminuição terá efeito médio de 18,13% para a população.

A redução foi aprovada hoje (26), e envolve as novas tarifas para cinco distribuidoras de energia elétrica (Cepisa, Eletroacre, Energisa Borborema, Light S.A. e Enel Rio) que refletem os descontos da quitação antecipada da chamada Conta-ACR.

O cálculo da revisão tarifária extraordinária considera o abatimento da parcela do empréstimo na Conta de Desenvolvimento Energético – CDE, e ajustes nas parcelas referentes a outras rubricas da CDE (CDE USO, CDE Decreto)”, informa a Aneel.

Comentários