Valores serão pagos aos contribuintes em sete lotes mensais, entre junho e dezembro

Reuters

As restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) em 2013 serão de cerca de R$ 12 bilhões e deverão ser transferidas aos contribuintes em sete lotes, entre junho e dezembro, informou a Receita Federal nesta terça-feira (30).

O secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, disse esperar a entrega de 26 milhões de declarações do IRPF 2013 ano-base 2012, número recorde. O prazo para apresentar o documento à Receita termina hoje, às 23h59.

“O crescimento da declaração em quase 1 milhão em comparação a 2012 ocorre por influência do aumento da renda e da massa salarial”, comentou Barreto.

De acordo com o órgão, do total das declarações apresentadas, cerca de metade é de imposto a ser restituído. A programação da Receita é fazer a devolução a partir de 17 de junho, em um lote destinado preferencialmente a idosos, portadores de deficiência e de moléstias graves. O último lote está programado para 15 de dezembro.

Barreto informou que o órgão prepara para 2014 uma nova sistemática do imposto no qual o órgão oferecerá aos contribuintes uma declaração pré-pronta.

Em números gerais, a Receita informou que a média de idade dos contribuintes pessoa física do IR é de 33 anos e que, do universo total dos declarantes, os homens representam 65,5% e as mulheres, 34,5%. Segundo o órgão, o declarante com o maior rendimento é um contribuinte que informou renda de R$ 30 milhões.

As pessoas que entregarem o documento a partir desta quarta-feira vão arcar com multa entre R$ 165,74 e 1% ao mês sobre o imposto devido.

Comentários