Região Norte vive surto de sarampo: alerta geral

Em municípios como Bujari, Assis Brasil, Porto Acre e Rodrigues Alves, menos da metade das pessoas que deveriam ser imunizadas foram vacinadas ano passado.

0

No Acre, a campanha de vacinação está marcada para o mês de agosto. O último caso de sarampo confirmado no Estado foi no ano 2000.

No Acre, a campanha de vacinação está marcada para o mês de agosto (Foto: internet)
 COM ADAÍLSON OLIVEIRA

Em municípios como Bujari, Assis Brasil, Porto Acre e Rodrigues Alves, menos da metade das pessoas que deveriam ser imunizadas foram vacinadas ano passado.

Manaus, capital do Amazonas, decretou situação de emergência depois dos vários casos suspeitos de sarampo e da morte de uma criança. Em Rondônia, a suspeita de dois acasos levou a Secretaria de Estado de Saúde a antecipar uma campanha de vacinação que começou nessa segunda-feira (9). O alerta também foi ligado no Acre, estamos muito perto dos casos que também estão em Roraima.

No Acre, a campanha de vacinação está marcada para o mês de agosto. O último caso de sarampo confirmado no Estado foi no ano 2000. A secretaria de Saúde está preocupada, os números das últimas vacinações mostram o desinteresse da população em buscar a vacina.

___________________

A cobertura vem caindo a cada ano. Em 2014, o índice chegou a 99,2%; em 2105, caiu para 84,2%; em 2016, continuou a queda chegando a 75% e no ano passado só 70%.

___________________

Segundo a coordenadora do programa de prevenção ao sarampo, Renata Miranda, coordenadora programa de sarampo a doença é altamente transmissível e leva a morte. As crianças de 12 meses devem tomar a primeira com 12 meses e o reforço deve ser aplicado aos 15 meses.

“A doença chega parecendo uma gripe com muita tosse, mas logo vêm manchas vermelhas pelo corpo e conjuntivite e pode levar à morte”, alertou a especialista.

O governo quer mobilizar as famílias para que procurem a vacina e evite a entrada do sarampo no Estado. Em municípios como Bujari, Assis Brasil, Porto Acre e Rodrigues Alves, menos da metade das pessoas que deveriam ser imunizadas foram vacinadas ano passado.

Comentários

Assuntos desta notícia