Estado ficou abaixo da média nacional com renda domiciliar de R$ 769. Levantamento faz parte do Pnad Contínua e foi divulgado na quarta (28).

Renda domiciliar per capita no Acre ficou abaixo do salário mínimo em 2017, segundo o IBGE (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)
G1 - Acre

O rendimento domiciliar per capita no Acre foi de R$ 769 em 2017, conforme o levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na quarta-feira (28). O valor é menor que o salário mínimo atual que está em R$ 954.

Os números fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (Pnad Contínua) e o Acre ficou abaixo da média nacional de R$ 1268. O rendimento per capita, conforme o IBGE, é o resultado da soma de rendimentos recebidos por morador, dividido pelo total de moradores do domicílio.

Na pesquisa, o IBGE também leva em consideração outras fontes de renda de todos os moradores, incluindo pensionistas, empregados domésticos e parentes dos empregados domésticos.

_____________________

O levantamento mostrou ainda, que o maior rendimento per capita foi observado no Distrito Federal (R$ 2.548) – mais que o dobro da média nacional. Já o menor foi registrado no Maranhão (R$ 597) – menos da metade da média nacional.

_____________________

A PNAD Contínua é uma pesquisa domiciliar que, a cada trimestre, coleta informações socioeconômicas e demográficas em ao menos 211 mil domicílios, de cerca de 16 mil setores censitários que são distribuídos em 3,5 mil municípios.

Comentários