Nível do Madeira continua subindo às margens da BR

O nível do Rio Madeira chegou a cota de 14,55 metros na tarde desta sexta-feira (19) e entrou em estado de alerta, em Porto Velho. De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Marcelo Santos, cerca de 15 famílias já estão com a água do rio no quintal, mas as residências ainda não alagaram. A cota de transbordamento para uma eventual cheia é de 17 metros.

Às 17h30 (hora local), a prefeitura de Porto Velho decretou o estado de alerta do Rio Madeira por 90 dias, ressaltando ainda que toda equipe municipal esteja preparada para atender as ocorrências de uma eventual cheia do rio e igarapés. O decreto foi publicado em Diário Oficial.

Nesta sexta-feira, a Defesa Civil informou que algumas famílias já estão sendo monitoradas por conta do aumento nível do rio.

“Nossa equipe está em campo, mas existem cerca de 10 a 15 casas em que a água já está no quintal. Nós sabemos que muitas das famílias vão para a casa de parentes [quando alaga as casas], mas quando acaba esse período elas retornam para casa. A Defesa Civil vai continuar disponibilizando a logística da prefeitura e encaminhando as famílias para a Secretaria Municipal de Regularização Fundiária e Habitação Urbanismo(Semur)”, informou Santos.

Na próxima semana a Defesa Civil irá re reunir com o Serviço de Proteção da Amazônia (Sipam) para ver a previsão de chuva na capital.

“No dia 23 de janeiro teremos uma reunião com o Sipam, com o pessoal do Amazonas e o Acre. O Sipam irá passar os prognósticos dos próximos 90 dias. É muito cedo para falar de uma enchente, comparada com a de 2014”, disse Santos.

A Defesa Civil informou ainda que já está fazendo entrega de água potável para a comunidade ribeirinha.

BR-364

Conforme os dados da Agência Nacional de Águas (ANA), o Rio Madeira na Região do Abunã, subiu 13 centímetros de ontem para hoje e está na marca de 20,75 metros. Ainda de acordo com a Defesa Civil, o nível do manancial pode variar alguns centímetros também conforme ajustes na vazão das águas das comportas das usinas existentes na região. As autoridades locais seguem em alerta, acompanhando de perto, de forma a identificar previamente caso haja um possível alagamento da BR-364.

No fim da tarde, a prefeitura decretou estado de alerta do rio no Diário Oficial.

Leia na íntegra o decreto:

Art. 1°. Fica Decretado ESTADO DE ALERTA no Município de Porto
Velho, objetivando mobilizar todos os órgãos e entidades da Administração Pública Municipal, bem como a comunidade e as entidades responsáveis pelas ações de Defesa Civil, para que estejam organizados e alertas para atender eventuais ocorrências, com a finalidade de prevenir e minimizar danos, além de assistir a população afetadas.

Art. 2°. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, devendo viger por um prazo de 90 (noventa) dias.

Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.

HILDON DE LIMA CHAVES
Prefeito

Com informações do G1

Comentários