Christiane Araújo – Assessoria CMB

Durante a 11ª Sessão Ordinária de 2017, o presidente da Câmara municipal de Brasileia, Rogério Pontes (PMDB), apresentou proposta para que a secretaria municipal de agricultura isente o produtor rural a pagar a taxa de R$ 2,50 (dois reais e cinquenta centavos) para que o caminhão chegue até o local da produção.

De acordo com Rogério Pontes, existe um planejamento onde há a cobrança do óleo e da taxa por quilômetro. Segundo o presidente, o colono não tem condições de pagar essa taxa, uma vez que existem muitas localidades distantes, o que torna a taxa ainda mais inviável.

“Conversei bastante com o secretário municipal de agricultura, Antônio Francisco, e mostrei minha preocupação com essa questão, me posicionando contra a cobrança dessa taxa. Nós, vereadores, temos que buscar uma alternativa junto a prefeitura. A prefeita Fernanda Hassem sempre foi sensível aos problemas relacionados ao produtor rural. Tenho certeza que nós daremos uma resposta positiva para os nossos amigos produtores da zona rural”, afirmou Rogério.

Na ocasião, o presidente também falou a respeito de iluminação pública no município de Brasileia, uma vez que há tempos existem muitas ruas do município parcialmente às escuras. Rogério parabenizou o trabalho da prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem e do secretário municipal de obras, Carlinho do Pelado, pelos trabalhos de iluminação pública que vem sendo realizados já no início da gestão em muitos bairros de Brasileia. “Algumas ruas já foram contempladas com troca de lâmpadas nos postes, mas ainda há muito o que ser feito, uma vez que esse problema de falta de iluminação em algumas ruas vem se arrastando há algum tempo”, finalizou.

Comentários