O resultado final foi de 3.575 para Rosana Nascimento contra 2.202 para o professor Wilson, este supostamente apoiado pelo governo do Estado

A luta pela liberdade sindical venceu a força do Estado: a professora Rosana Nascimento venceu as eleições para um novo mandato à frente da presidência do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac). A vitória se deu tanto na Capital e como no interior e ela vai presidir por mais quatro anos.

O resultado veio primeiramente do interior do Acre, onde 2.414 servidores filiados votaram Chapa 1, capitaneada por Rosana, com 1.515 votos na Chapa 2, liderada pelo professor Wilson. Na Capital o resultado foi 1.161 para a situação e 687 para oposição.

A apuração em Rio Branco ocorreu na sede do Sinteac e terminou por volta das 5h30min desta quinta-feira (1). O resultado final foi de 3.575 para Rosana Nascimento contra 2.202 para o professor Wilson, o candidato supostamente apoiado pelo Governo do Estado. Em termos porcentuais, foram 61,6% dos votos para presidente reeleita.

A reeleição de Rosana foi considerada uma vitória do movimento sindical, pois ao longo do mandato ela foi fortemente atacada por setores do governo. Mesmo assim, a sindicalista persistiu na luta e obteve vitórias para os trabalhadores. Até mesmo ações judiciais foram impetradas contra Rosana.

Rosana afirma que o governo do Acre foi infeliz/Foto: Assessoria
Rosana afirma que o governo do Acre foi infeliz/Foto: Assessoria

Os ataques a Rosana foram constantes, seja nas redes sociais ou abertamente por grupos ligados ao Governo do Estado. As ações agressivas aumentaram com a proximidade das eleições, com tentativas de sujar o nome da professora. A oposição ‘chapa branca’ se valeu da força das nomeações do Diário Oficial do Estado (DOE) para tentar controlar a comissão eleitoral, mobilizando os cargos comissionados do Governo para participarem das Assembleias Gerais.

Mas o resultado das urnas agora mostra que, mesmo em uma luta desigual, na qual o peso do Poder Público foi aplicado em prol de uma chapa, os servidores da Educação souberam reconhecer quem melhor os representaria na luta sindical e na batalha para melhorar a vida de quem não recebe por cargo comissionado. O movimento sindical venceu os patrões e a luta ainda será comandada pelos interesses das bases.

Gestão ‘Garra e Luta’ obteve vitórias

Entre as principais vitórias, Rosana destacou o reenquadramento na carreira, sonho dos servidores e hoje uma realidade, pois atualmente todos podem se aposentar na última referência, inclusive os aposentados foram reenquadrados.

Outro ponto de destaque foi lutar para permitir aos funcionários de escola receber pela formação sem fazer concurso público. Da mesma forma, agora os funcionários administrativos de escolas que tenham a capacitação necessária poderem ser gestores.

Rosana destacou ainda as obras no ramal da sede social do Sinteac, que hoje permite a muitos sócios desfrutarem do espaço de lazer. O ramal do Sinteac agora está pavimentado.


Rosana Nascimento publica carta aos eleitores

Aos trabalhadores em Educação do Acre,

Com o coração pleno de gratidão, faço reverência, primeiramente a Deus, que, em sua infinita bondade, permitiu que eu vivesse esta realidade. Aos meus filhos, nossos diretores tão voluntariosos e aos simpatizantes de nossa causa, os meus sinceros agradecimentos.

Obrigado a cada um dos professores e funcionários de escola que a mim confiaram mais quatro anos à frente da nossa entidade. Aos que optaram em escolher outros candidatos, sintam-se representados da mesma forma. Isto é democracia. Aos oponentes diretos, Wilson e Socorro, os meus cumprimentos e o meu respeito.

Nosso trabalho preservará as conquistas que já foram alcançadas pela Gestão Garra e Luta. Contudo, queremos avançar, evoluir, nos desenvolver, sempre observando os princípios da austeridade administrativa e do zelo com o dinheiro e patrimônio dos filiados. Iremos manter um diálogo franco e aberto com os patrões, como sempre fizemos, visando garantir direitos há tempos negados à categoria.

Nossa gestão tem, e sempre terá, caráter participativo e transparente. É fundamental que todos conheçam nossas metas de trabalho e possam nos dar sugestões para engrandecer nossa entidade cada vez mais. Peço proteção divina para que nos conceda ainda mais determinação e persistência, e sensibilidade, humildade e sabedoria aos que sentarão do outro lado da mesa nos momentos de negociarmos direitos e deveres. 

Enfim, que o início desta nova era renove e revigore em todos nós a força e a esperança para sempre seguirmos com disposição rumo aos nossos sonhos e fazer crescer dentro de cada um de nós uma luz de paz e prosperidade.

Obrigada

Rosana Nascimento

Comentários