Conecte-se conosco

Flash

Santa Quitéria fica com o Campeonato Rural 2022 de Brasiléia após final disputada

Publicado

em

O final de semana foi agitado no esporte neste final de semana. Aconteceu no km 69, no Clube Anaconda, a tão espera final do Campeonato Rural 2022 que é promovido pela Prefeitura de Brasiléia.

Por meio da Gerência de Esportes, o encerramento do Campeonato Rural de Futebol Antônio Moreira, morador falecido homenageado, aconteceu neste sábado (21) e recebeu bastante torcedores, com direito a torcida organizada e muita animação.

A competição teve a participação de 14 equipes e a grande final ficou por conta das equipes do Grêmio e Santa Quitéria. Em uma disputa acirrada entre os dois times, o campeonato deste ano ficou com o time Santa Quitéria.

“Estamos felizes em poder realizar mais um campeonato aqui na zona rural. Podemos ver que os moradores da região gostam do esporte e estaremos apoiando sempre”, comentou o gerente de esporte do Município, Bil Rocha.

Estiveram no evento o servidor de carreira Tadeu Hassem, o secretário de Meio Ambiente Zico Rocha, gerente de esportes Bil Rocha e muitos convidados, além de amigos, parentes e torcedores dos times que participaram.

 

Comentários

Flash

Conselho de consumidores empossa novos conselheiros e reelege radialista Ivan de Carvalho na presidência pelos próximos dois anos

Publicado

em

O radialista Ivan de Carvalho, foi reeleito, em cerimônia realizada na tarde desta sexta-feira, 1°, na sede da Energisa, presidente do Conselho de Consumidor de Energia do Acre – pelo biênio 2023/2024.

O renomado profissional da comunicação do Estado do Acre acabou vencendo a disputa eleitoral por 3 votos favoráveis – desbancado a chapa de Jurilande Aragão. Segundo o presidente, o principal objetivo na condução do cargo será buscar melhorias na área de energia elétrica em prol dos consumidores. “A eficiência energética é feita pelas distribuidoras. Além da geladeira, estamos propondo que a empresa adote o kit instalação que é uma fiação nova nas residências de baixa renda, residencial e rural. Estamos há dois anos com essa probabilidade”, declarou.

Sensível às pautas da categoria, Carvalho garantiu que deverá buscar alternativas que possibilitem a iluminação nas áreas rurais.

Durante o encontro, Marcos Cabeça foi empossado representante titular da classe rural pela Federação dos Trabalhadores Rurais do Estado do Acre (Fetac).

A solenidade contou com a presença do diretor da Energisa, Ricardo Xavier. Na ocasião, o conselho promoveu homenagem a Maria Elza – que fez parte do conselho de energia elétrica por mais de 8 anos, representando os interesses da classe rural. “Ela deixa o cargo para que a Funtac assuma a pasta”, argumentou.

O que é Conselho de Energia Elétrica

Os Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica foram criados pela Lei nº 8.631/1993, que determinou às concessionárias de serviço público criar no âmbito de sua área de concessão as referidas entidades participativas. O Decreto nº 2335/97 definiu que competia à ANEEL estimular a organização desses Conselhos.

Os Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica são órgãos sem personalidade jurídica, de caráter consultivo, formado por representantes das principais classes das unidades consumidoras (residencial, rural, poder público, comercial e industrial), com a incumbência de opinar sobre assuntos relacionados à prestação do serviço público de energia elétrica, conforme definido pela ANEEL na Resolução nº 963/2021.

Comentários

Continue lendo

Flash

Mãe denuncia negligência em atendimento de filha prematura que morreu no Acre

Publicado

em

Por

Maria Helena morreu aos dois meses na última quinta-feira (30) no Into-AC, onde funciona o Hospital da Criança. Na declaração de óbito consta que morte foi por choque séptico, sepse, diarreia aguda, desnutrição e prematuridade e mãe contesta.

Mãe denuncia negligência em atendimento de filha prematura que morreu no Acre — Foto: Arquivo pessoal

Revoltada e muito abalada com a perda da filha, a dona de casa Poliana Bezerra de Souza, de 28 anos, denunciou que houve negligência no atendimento de saúde prestado à pequena Maria Helena, de apenas 2 meses. A bebê morreu na última quinta-feira (30) no Into-AC, onde funciona atualmente leitos pediátricos do Hospital da Criança.

A Secretaria de Saúde informou que a bebê tinha história prévia de prematuridade e sequela neurológica e que se houver uma denúncia formal uma sindicância será aberta para apurar possível negligência.

A menina foi internada pela primeira vez em maio ainda no prédio do Hospital da Criança, onde chegou a ficar uns dias na UTI, segundo a mãe, por conta de uma bactéria no sangue. De lá, foi transferida para o Into-AC junto com outros pacientes, porque o prédio do hospital passa por obras. Como ela teve uma melhora, recebeu alta médica e voltou para casa.

Mas, a mãe conta que ainda no hospital, foi passado pra criança um leite para ajudar na nutrição dela, que estava muito magra, pesando pouco mais de 2 quilos. Acontece que ela começou a ter diarreia e Poliana diz que chegou a avisar para a equipe de saúde que poderia ser do leite, no entanto, mesmo assim, deram alta pra menina.

Em casa, passados poucos dias, a dona de casa lembra que a filha só piorava, continuava com diarreia e aparentava estar com dor. Foi então que decidiu procurar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e de lá foi para o Pronto-Socorro da capital. No PS, a menina começou a receber antibióticos e parecia que estava melhorando.

“Eu estava dando só peito pra ela, tinha suspendido aquele outro leite, estava ficando boa já, mas aí perderam o acesso dela, tentaram furar, mas ela era muito ruim de veia. Falaram que iam transferir para o Hospital da Criança, mas quando chegamos lá, tentaram furar ela várias vezes, mas não conseguiram achar veia. Falei que ela precisaria de um PICC [cateter usado para acesso], mas não tinha lá e depois encontraram um. Ela estava tão desnutrida que não conseguiram mais [colocar o acesso]”, conta.

Sem conseguir um diagnóstico e vendo a filha naquelas condições, a dona de casa disse que pediu para uma outra médica ir até o hospital para ver a bebê. Poliana diz que a nova profissional diagnosticou que a criança tinha intolerância à lactose e refluxo e disse que ela precisava ser hidratada com soro e seguir com os antibióticos.

Acontece que, segundo a mãe, a médica que já fazia o acompanhamento da criança na unidade não aceitou a recomendação. “No outro dia, ela chegou brava comigo e falou ‘olha, Poliana, se você não confia em mim como médica, procura outro profissional pra cuidar da sua filha’. E eu disse que só queria ouvir a avaliação de outro médico para saber o que minha filha tinha. Quando saiu, ela mandou tirar todos os antibióticos da Maria Helena e minha filha começou a piorar.”

Maria Helena morreu aos dois meses na última quinta-feira (30) no Into-AC — Foto: Arquivo pessoal

Maria Helena morreu aos dois meses na última quinta-feira (30) no Into-AC — Foto: Arquivo pessoal

Mãe contesta causa da morte e diz que vai acionar Justiça

 

Na quinta (30), o quadro da bebê ficou ainda pior, ela teve uma parada cardíaca e morreu. Na declaração de óbito consta que a morte foi por choque séptico, sepse, diarreia aguda, desnutrição e prematuridade e mãe contesta. Poliana diz que pretende acionar a Justiça e que vai procurar o Conselho Regional de Medicina para denunciar a profissional.

“Ela matou minha filha, ainda disse que fez tudo possível. Minha filha morreu inflamada por dentro, porque não deram antibiótico pra ela. Fui pegar o relatório na sexta [1], e ela escreveu que estava dando soro 30ml a cada 4h, mas é mentira, eu estava com ela todo tempo, disse que deu dipirona, mentira também. Aquela médica mentiu. Meu sentimento é de revolta e eu só quero justiça, porque senti dor do começo ao fim com minha filha”, declarou.

 

O CRM-AC informou que denúncias podem ser formalizadas por meio do portal da autarquia ou diretamente na sede, em Rio Branco e, que, em cumprimento ao Código de Processo Ético-Profissional Médico, não informa sobre a tramitação de denúncias/processos/sindicâncias no Regional.

Em nota, a gerente-geral do Sistema Assistencial a Saúde da Mulher e da Criança, Laura Pontes disse que a bebê tinha história prévia de prematuridade e sequela neurológica e que deu entrada no Into no dia 26 de julho.

“Deu entrada com quadro de distensão abdominal e vômitos. Durante a internação, estava em investigação para possível alergia à proteína de leite de vaca. Evoluiu com piora do quadro de vômitos e diarreia, gerando uma desidratação grave. Foi realizado um acesso venoso mas dadas as condições prévias delicadas, a criança veio a óbito nessa quinta-feira (30)”, diz.

Comentários

Continue lendo

Flash

Deputado Antônio Pedro, junto com o governador Gladson Cameli e o Senador Márcio Bittar visita obras da Estrada da Variante e Ponte da Sibéria

Publicado

em

O deputado estadual Antônio Pedro (União Brasil), juntamente com o governador Gladson Cameli e o Senador da República Márcio Bittar, visitou na sexta-feira, 1º de julho, as obras da Ponte da Sibéria e da Estrada da Variante, em Xapuri. Também estava presente na agenda o presidente do Departamento de Estadas e Rodagens do Acre (Deracre), Petronio Antunes.

“Quero em nome da população, que há muito tempo esperava há tempos essa melhoria na Estrada da Variante, agradecer ao governador Gladson e ao senador Márcio Bittar, por nós proporcionar essa alegria”, disse o deputado ao mencionar ainda a Ponte da Sibéria.

“Outra obra de muita importância é a Ponte do Sibéria, que vai ligar o centro de Xapuri ao bairro. É um sonho de mais de 30 anos . Foram anos de luta, mas valeu a pena cada esforço. Tentaram me fazer desistir, mas eu sabia que um dia iríamos vencer. Olha aí a ponte sendo construída”, celebrou o deputado.

Na oportunidade, o governador Gladson agradeceu o apoio do deputado ao longo de sua gestão. “Não posso deixar de destacar o apoio do deputado Antônio Pedro lá na Assembleia Legislativa. Desde quando assumi o governo em 2019, ele tem trabalho ao meu lado para melhorar a vida do nosso povo. E o maior exemplo está aí na obra da Ponte da Sibéria. Ele lutou, se dedicou, insistiu, não desistiu e hoje o sonho se torna realidade. É um homem de fé e tenho certeza que vamos juntos participar da inauguração dessa obra” falou.

Comentários

Continue lendo

Em alta