Conecte-se conosco

Acre

Saúde alerta para avanço do sobrepeso infanto-juvenil no Acre

Publicado

em

O sobrepeso é fator de risco para várias doenças, incluindo a Covid-19, e tem crescido entre os adolescentes do Acre. A pandemia, por outro lado, agravou a situação, segundo alerta da endocrinologista pediátrica, Catarina Souza, que atua na Fundhacre.

Os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) estimam que em 2025, o percentual de obesidade na fase infantil chegará a 75 milhões no planeta. No Brasil, conforme as notificações do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, de 2019, mostram que 16,33% das crianças brasileiras entre cinco e dez anos estão com sobrepeso.

“Nos últimos três anos a incidência de obesidade infantil aumentou muito no Acre, um dos principais fatores relacionados ao sobrepeso é o sedentarismo, principalmente pelo tempo de uso direcionado as telas de telefone, tablets, televisão e computadores, são mais de 6 horas, com a pandemia isso agravou a saúde infantil”, destaca a médica da Fundhacre.

Há muitas consequências negativas que excesso de peso em meninos e meninas pode acarretar, entre eles, problemas nas articulações, desequilíbrio emocional, sendo eles, a depressão e ansiedade, sobretudo se associados ao bullying e o cyerullying, respectivamente, violência verbal e física que traz consequências irreparáveis na autoestima das crianças; as imagens ofensivas, mensagens intimidadoras, provocativas e discriminatórias são responsáveis por tristeza, isolamento e medo.

Na Fundhacre, a endocrinologista pediatra atende bebês e crianças com alterações hormonais e acompanha as principais doenças relacionadas a baixa estatura, obesidade, puberdade precoce, diabetes, alterações nos hormônios da tireoide, hipertensão e alterações na produção de hormônios e metabolismos dos ossos.

A profissional atendeu em 2020 mais de 240 pacientes, de janeiro a agosto, e neste ano, os atendimentos foram retomados, e ocorrem gradualmente na unidade.

A família tem um papel fundamental na saúde das crianças, e no estilo de vida delas, isto é, atividades físicas, refeições equilibradas e horas moderadas nas telas dos tablets, esse conjunto serão responsáveis pelo bem-estar na fase infantil, evitando que futuramente, haja malefícios no processo de crescimento.

Além disso, o Ministério da Saúde lançou em 2019, a campanha: “1, 2, 3 e já! Vamos prevenir a obesidade infantil”, tendo como objetivo orientar os pais com um guia alimentar sugerindo uma alimentação natural, rica em legumes e frutas na mesa do consumidor, pois a adoção de hábitos saudáveis é primordial para o desenvolvimento das crianças.

(Agência de Notícias do Acre)

 

Por  

Comentários

Acre

Operação apreeende R$ 200 mil reais em dinheiro de organização criminosa que lavava dinheiro do tráfico de drogas

Publicado

em

A Força Tarefa de Segurança Pública do Acre, composta pela Polícia Federal, Polícia Civil e Polícia Militar, apreendeu na manhã de hoje, 25/01/2022, em uma abordagem na Avenida Ceará, Rio Branco-AC, uma grande quantia em espécie. O dinheiro estava na posse de um indivíduo que atuava a mando do líder da organização criminosa desarticulada em 01/12/2021, durante a primeira fase da Operação HÉSTIA.

A ação é um desdobramento da operação que teve o objetivo de combater uma organização criminosa dedicada à lavagem de dinheiro oriunda do tráfico de drogas e que atuava em quatro estados da federação (AC, AM, RJ e RN).

Para lavar o dinheiro proveniente das atividades criminosas, um empresário do ramo de venda de extintores se utilizava de empresas sediadas em Rio Branco, Epitaciolândia e Cruzeiro do Sul, a fim de simular um funcionamento regular dessas pessoas jurídicas para justificar os valores e bens obtidos com o lucro do tráfico interestadual de drogas.

Além disso, apurou-se que com o dinheiro obtido através da venda de entorpecentes, o grupo criminoso também praticava a lavagem de capitais por intermédio de empréstimos – com cobrança de juros exorbitantes – a empresários da capital acreana.

O trabalho de inteligência desenvolvido pela Força Tarefa de Segurança Pública do Acre continuou mesmo após a deflagração da operação e possibilitou a localização e apreensão desse valor pertencente à organização criminosa investigada. O dinheiro foi depositado em uma conta e ficará à disposição da Justiça.

Comentários

Continue lendo

Acre

Menina de 13 anos mata a tia degolada por não poder sair à noite em Feijó

Publicado

em

Uma discussão em família terminou em tragédia na noite dessa segunda-feira, 24, no bairro Esperança, situado no município de Feijó, interior do Acre. Uma adolescente de 13 anos degolou a própria tia, identificada como Antonieta Abreu, em sua residência.

De acordo com informações apuradas pelo ac24horas, a acusada de cometer o homicídio bárbaro não vinha gostando da forma como estava sendo tratada pela tia. Revoltada por não poder sair, ela teria iniciado uma discussão e, não satisfeita, pegou uma faca e travou uma briga corporal com a tia, que acabou degolada. O primo da acusada, filho da vítima, tentou defender a mãe e também foi ferido e amarrado.

Mesmo amarrado em uma cadeira, o menino começou a gritar por socorro e, em seguida, uma guarnição da Polícia Militar invadiu a residência e encaminhou a jovem para o Hospital Geral de Feijó. Na discussão, a sobrinha também foi ferida pelo primo.

Em um áudio divulgado nas redes sociais, a mãe da jovem, que se encontra em Rio Branco realizando tratamento no pulmão, se mostrou surpresa com o crime.

O corpo de Antonieta foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) da região para os devidos procedimentos cabíveis. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Comentários

Continue lendo

Acre

Moradora de rua dá à luz em calçada na frente de maternidade na capital

Publicado

em

Uma mulher em situação de rua deu à luz em plena via pública na manhã desta terça-feira, 25, na capital acreana. A rua em que a mulher entrou em trabalho de parto fica em frente à Maternidade Barbara Heliodora, em Rio Branco.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra que populares flagraram o momento em que a mulher está em pé, observa o próprio recém-nascido na calçada chorando.

Após o ocorrido, uma equipe da maternidade Barbara Heliodora foi avisada e fez o atendimento da criança e da mulher. Ambas foram encaminhadas ao hospital e passam bem.

A reportagem do ac24horas recebeu informações de que a mãe é moradora de rua e possui transtornos mentais.

Comentários

Continue lendo

Em alta