O Ministério da Saúde e o Ministério da Educação possuem uma política conjunta chamada Programa Saúde na Escola, voltada a crianças e adolescentes.

Você já imaginou seu município recebendo investimentos do Governo Federal para realizar ações de prevenção e promoção da saúde dentro das escolas? Mas o que isso quer dizer? Significa que o Ministério da Saúde e o Ministério da Educação possuem uma política conjunta chamada Programa Saúde na Escola, voltada a crianças e adolescentes com objetivo de tornar acessível o conhecimento de qualidade, além de orientar sobre práticas de vida saudável que possam ser seguidas por toda a vida. Daniele Cruz é a responsável técnica pelo programa no Ministério da Saúde. Ela afirma que os benefícios dessa estratégia são importantes para melhorar a saúde da população, desde a infância até a vida adulta.

“A gente usa de evidências científicas comprovando que, se você faz atividade física na infância, você tende a ser um adulto ativo. Isso é importante, então temos a importância de ampliar o escopo da atividade física, e eu não estou falando de aula de educação física, estou falando de atividade física e práticas corporais. Alimentação adequada e saudável para a promoção da saúde, o acesso a informações, por exemplo, de prevenção da gravidez, isso a gente tem evidência que funciona. Hoje o PSE já é recomendado pela evidência que a gente tem nas ações que ele propõe, porque na política pública a gente tem que avaliar para poder orientar os rumos com base em evidência”.

O programa Saúde na Escola foi criado em 2011 e nos últimos anos foi reformulado, se tornando mais acessível para todos os gestores municipais, respeitando as necessidades de cada localidade. Daniele Cruz explica como é fácil o município aderir ao programa.

“Todo município pode aderir ao programa, não tem restrição, inclusive, agora a gente está com adesão aberta. Basicamente precisa de uma decisão local, o gestor da saúde e da educação conversar e falar ‘o nosso município quer participar do PSE, então vamos começar a planejar e vamos fazer adesão’, que está aberta agora para o ciclo 2019-2020, até o dia 15 de fevereiro. Então eu deixo aqui esse chamado: é importante que todos os municípios brasileiros (a gente já está chegando a 100% e a nossa meta chegar a 100%), então está aberta a adesão a todos os municípios brasileiros, independente do porte populacional, de região, de cobertura de atenção básica”.

Os municípios de todo o país podem aderir ao Programa Saúde na Escola para o ciclo 2019-2020, efetuando adesão até o dia 28 deste mês por meio do Portal e-Gestor da Atenção Básica. Interessados devem acessar: egestorab.saude.gov.br, repetindo egestorab.saude.gov.br

Comentários