O secretário de Estado de Saúde (Sesacre), Alysson Bestene, anunciou nesta sexta-feira, 15, a realização de um processo seletivo simplificado para a contratação de profissionais em todos os municípios do interior do estado e também na capital.

Ao falar sobre o estado de emergência na Saúde, decreto do governador Gladson Cameli, o secretário lembrou que já durante o processo de transição governamental realizado no ano passado foi constatado o déficit de pessoal nas mais diversas unidades.

De acordo com Alysson Bestene, alguns contratos tinham sido realizados de maneira muito precária, o que resultou na atual situação. “Alguns contratos foram aditivados apenas da boca para fora e, mediante isso, tivemos que fazer novos contratos desses profissionais”, afirmou.

Secretário explica que processo seletivo não terá impacto financeiro para o Estado – Foto: Junior Aguiar/Secom

Como esses contratos foram assinados por um período de três meses, que é o prazo do decreto da situação de emergência, o processo simplificado deverá disponibilizar em torno de 340 vagas para médicos, técnicos de enfermagem, auxiliares e até algumas vagas para os setores administrativos.

Alysson lembrou que a contratação dos profissionais não irá gerar nenhum impacto financeiro para o Estado. “Nos deparamos com a falta de profissionais, sobretudo nas unidades do interior e precisamos suprir essas necessidades em cima dessas vagas disponíveis”, explicou.

O processo simplificado constará de provas objetivas e também análise de currículos. Segundo o secretário, a expectativa é que o edital de seleção esteja disponível ainda no mês de março. “Precisamos suprir a necessidades de municípios mais distantes, como Porto Walter, Santa Rosa e a própria região do Juruá, onde há dificuldade de fixação desses profissionais”, disse.

Comentários